Sem categoria (Não Aparece No Site)

Coronavírus: idosa que chamou jovem de ‘chinesa porca’ é indiciada pelo crime de racismo

Yuri Ferreira - 16/07/2020

Em fevereiro desse ano, antes da chegada do novo coronavírus ao nosso país, uma idosa proferiu ofensas racistas contra uma jovem de origem oriental no Metrô do Rio. Hoje, a senhora de 75 anos está sendo indiciada pelo crime de racismo. Ela chegou a chamar Mari Okobayashi, estudante de Direito da UFRJ, de ‘chinesa porca’. Mari, de 23 anos, é descendente de japoneses.

– Como coronavírus expõe racismo e xenofobia contra orientais no Brasil

Agora, a idosa de 75 anos está sendo indiciada por injúria racial e crime de racismo. O inquérito da Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) foi concluído na última quarta-feira (15) e agora a ofensora vai a julgamento.

Marie Okabayashi denunciou a senhora que cometeu, em vídeo, injúrias raciais contra a estudante de direito. Agora, a racista vai responder na justiça

“Ela falou isso porque o assunto está em evidência, toda hora se fala do coronavírus. As pessoas acham qualquer tipo de desculpa para justificar o racismo delas e procuram justificativas para mostrar o ódio em público. Ela falava aquilo e olhava para os lados para ver se conseguia a adesão de alguém”, disse Marie ao G1 à época.

– ‘Não sou um vírus’: ação debate racismo contra asiáticos por coronavírus

“Quando eu passei na direção dela, ela começou a berrar. Ela gritou ‘chinesa, porca’. Eu perguntei se ela estava bem e eu saí andando. Ela disse ‘sua nojenta, fica passando doença para todo mundo’. Ela ficou de pé me xingando e ficava mostrando o dedo do meio”, completou.

A fabricação de que existe alguma correlação entre raça e o vírus é completamente inaceitável, mas, infelizmente comum e forçada por governantes que não foram capazes de combater a pandemia. O ex-Ministro da Educação Abraham Weintraub também fez comentários xenofóbicos e foi duramente criticado pela Embaixada da China no Brasil. Donald Trump também promove a ideia de um que o coronavírus seria ‘vírus chinês’. Mas é o país dele que tem o maior número de infectados no mundo e é recordista em mortos pela pandemia. Engraçado, né?

Publicidade

Fotos: Reprodução/Twitter


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Paulo Guedes diz que classe média come demais e recebe resposta à altura de Bela Gil