Debate

Fernando Holiday vai recorrer contra emenda que autoriza pagamento de artistas por lives

por: Redação Hypeness

O vereador de São Paulo Fernando Holiday (Patriota) acionou a Justiça para impedir que recursos da Secretaria de Cultura sejam repassados para artistas que fizerem lives. A emenda havia sido proposta pelo vereador Reis (PT) e foi aprovada pela Câmara Municipal de São Paulo. A tendência é que haja efetiva sanção por parte do prefeito da cidade, Bruno Covas. 

Holiday alega que a emenda altera um projeto de lei que discorre sobre a alfabetização de adultos e que os dois tópicos em nada convergem. 

Nesse momento em que nós estamos vivendo não é um momento adequado sequer para discutir uma audácia dessas. É uma falta de sensibilidade da Câmara Municipal ao meu ver colocar essa emenda em um projeto que não tem absolutamente nada a ver com remuneração de artistas”, discursou o vereador na Câmara.

No entanto, o projeto não versa exatamente sobre o pagamento de lives. Na verdade, a emenda prevê que a Secretaria Municipal de Cultura poderá “promover programação com atividades online preferencialmente ao vivo, nas redes sociais, gratuitas e abertas ao público em geral”. A exibição de publicidade não oficial nas atividades online contratadas estaria proibida.

Aldir Blanc vira nome de lei de auxílio aos trabalhadores da cultura durante pandemia

Em suas redes sociais, Holiday escreveu que essa seria uma tentativa de usar dinheiro público para “financiar lives milionárias”. Holiday lembrou ainda sobre o projeto “Janelas de São Paulo”, uma tentativa do governo Covas de promover shows que fossem transmitidos online das casas dos artistas.

Instituto classifica como ‘de fachada’ consulta do exército que pode flexibilizar controle de armas

O vereador Paulo Reis (PT), autor do projeto, explicou que a emenda é apenas uma possibilidade para dar respostas a grupos culturais afetados pela pandemia. Ele afirmou entender que a ferramenta não é a mais “aperfeiçoada”, mas que ajudaria na questão.

A emenda foi aprovada por 43 vereadores. Além de Holiday, apenas quatro parlamentares se mostraram contrários à decisão.

Publicidade

Vídeo: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Ana Beatriz, indígena de 5 anos, é morta asfixiada após ser estuprada em crime bárbaro no Amazonas