Debate

Índia bane Tik Tok em novo capítulo de escalada de tensão militar com a China

por: Vitor Paiva

Nas últimas semanas a tensão na fronteira entre a China e a Índia escalaram ao nível mais intenso em décadas, levando 20 soldados indianos à morte e um número equivalente do lado chinês. Os efeitos de tal confronto podem ser medidos de forma direta no âmbito militar, mas também já são percebidos indiretamente, especialmente no campo da disputa econômica – e a consequência é uma espécie de guerra fria tecnológica virtual, na qual o imenso mercado dos dois países mais populosos do mundo funciona como arma: por isso uma série de aplicativos chineses, incluindo o TikTok, foram banidos na Índia.

Vídeo sendo filmado para o TikTok na Índia © Getty Images

Além do TikTok, foram banidos outros apps como WeChat, UC Browser, Shareit e Baidu Map. E o impacto não é tímido: segundo especialistas, cerca de um terço dos usuários do TikTok são indianos. Segundo o ministro de eletrônico e tecnologias da informação indiano, o motivo da proibição foi a proteção às informações dos usuários no país.

Comboio militar indiano na fronteira entre os dois países © Getty Images

“A compilação dessas informações e seu uso por elementos hostis à segurança nacional e à defesa da Índia, que ao fim ameaça a soberania e a integridade da Índia, é tema de profunda e imediata preocupação que exige medidas emergenciais”, afirmou, em declaração. O governo chinês inicialmente não comentou a medida.

Militante pedindo boicote aos app chineses na Índia © AP

O governo indiano apontou como motivo da tensão na fronteira uma invasão chinesa em seu território, enquanto o governo chinês afirmou que o incidente aconteceu em seu lado. Especialistas afirmam que a preocupação indiana com o uso de apps chineses não é exagerada, já que o governo chinês pode sim interferir na coleta das informações dos usuários – e pelo mesmo motivo espera-se que a presença da gigante chinesa das telecomunicações Huawei seja também proibida de se estabelecer e desenvolver a tecnologia 5G para o mercado da Índia. Estima-se que mais da metade da população de 1,3 bilhão de pessoas utilize a internet no país.

© Shutterstock

Publicidade

© fotos: créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Nathalia Dill diz que educação da filha vai ser baseada no feminismo e pai ‘não será um ajudante’