Debate

Jovem negro preso por 10 g de maconha morre de coronavírus dentro de presídio

por: Karol Gomes

Um jovem negro de 28 anos, que foi preso em 2018 por portar menos de 10g de maconha, morreu no último sábado (4), vítima do coronavírus em Manhumirim, no interior de Minas Gerais.

Segundo a Sejusp, no sábado (4), Lucas Morais da Trindade desmaiou na cela e foi encaminhado desacordado para atendimento no hospital Padre Júlio Maria, mas não resistiu. De acordo com apuração da Carta Capital, inicialmente, os familiares foram informados que a causa da morte era infarto, mas no atestado de óbito veio o resultado positivo para a covid-19.

– Rosa Weber nega liminar para jovem que furtou 2 shampoos em caso que resume o Brasil

Lucas foi preso em flagrante por porte de drogas e, em teoria, não deveria mais estar detido. Em primeira instância, o jovem foi condenado a 5 anos e 4 meses de reclusão. A defesa do mineiro então entrou com três recursos no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), mas todos foram negados.

Jovem preso por 10 g de maocnha morre de covid-19 na prisão

A decisão do TJMG vai contra uma resolução divulgada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) sobre prisões durante a pandemia. O texto sugere a reavaliação de prisões provisórias e preventivas que resultem de crimes menos graves, além de indicar que novas ordens de prisão devem respeitar a “máxima excepcionalidade”.

– ‘E daí?’ Coronavírus avança nos presídios, mata detentos e falta de dados mostra que ninguém parece se importar

O advogado de Lucas, Felipe de Oliveira Peixoto, informou que o recurso do jovem seria julgado pelo TJMJ no dia 30 deste mês. A família estuda processar o Estado pelo ocorrido. Segundo o CNJ, de maio para junho, houve um aumento de 800% nos casos de covid-19 nos presídios. 

Após a morte de Lucas, parentes de detentos que cumprem pena no sistema penitenciário de Manhumirim cobram transparência sobre o estado de saúde dos presos. De acordo com a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), o presídio de Manhumirim tem 159 presos confirmados com a doença.

Publicidade

Foto: Getty Images


Karol Gomes
Karol Gomes é jornalista e pós-graduada em Cinema e Linguagem Audiovisual. Há cinco anos, escreve sobre e para mulheres com um recorte racial, tendo passado por veículos como MdeMulher, Modefica, Finanças Femininas e Think Olga. Hoje, dirige o projeto jornalístico Entreviste um Negro e a agência Mandê, apoiando veículos de comunicação e empresas que querem se comunicar de maneira inclusiva.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Carrefour: fiscal que impediu filmagem de espancamento que matou Beto Freitas é presa