Diversidade

Madonna incomoda com topless e mostra que machismo não permite envelhecimento feminino

por: Karol Gomes

Madonna sendo Madonna: muito antes do Instagram e das selfies, a popstar já mandava nudes para o mundo. Era comum que ela aparecesse nua em videoclipes, livros e álbuns. Claro que, com um celular na mão, não seria diferente. A cantora publicou uma foto em frente ao espelho usando uma muleta e fazendo topless. Mas, em 2020, as reações não foram das melhores. 

Madonna e o incômodo do machismo que persegue mulheres

– As raras fotografias que não entraram no icônico e polêmico livro erótico ‘Sex’, de Madonna

“Você devia agir como uma pessoa da sua idade” e “você não tem mais idade para essas porcarias” são só exemplos dos comentários que a cantora recebeu. Juntamente com as notas da imprensa sobre a foto, a audiência de Madonna expõe o maior “problema”: trata-se de uma mulher de 61 anos.  

Pelas lentes machistas da sociedade, o envelhecimento de um homem é considerado algo vitorioso e até mesmo sexy. Enquanto para mulheres, o padrão de beleza é sempre parecer jovem e, quando isso não for mais possível, esconder seu corpo e sexualidade. Sim, essa visão ainda é comum em pleno 2020. 

– Carta de Tupac contando à Madonna que a deixou por ela ser branca vai a leilão

Madonna sabe que o mundo pensa assim e tenta desafiar essa visão faz anos. Em 2016, foi fantasiada com lingerie para o baile do MET e consequentemente criticada por isso. Depois, explicou que queria exatamente provar seu ponto. 

– O poderoso discurso de Madonna ao ser eleita mulher do ano pela Billboard

Madonna sempre esteve à frente de seu tempo

“Meu figurino foi uma afirmação política. O fato de pessoas acreditarem que uma mulher não pode expressar a sua sexualidade e se aventurar passada uma certa idade é a prova de que vivemos em uma sociedade sexista e que não aceita mulheres envelhecendo”, disse na época. E fez o mundo questionar: quem decide quem tem idade para o que? 

Ao mesmo tempo, a cantora não ignora o seu envelhecimento e o recebe com cuidado. Antes da pandemia provocada pelo novo coronavírus, Madonna estava na ativa com a turnê ‘Madame X’. A cantora se apresentou durante meses com dores no corpo, mas precisou se limitar no palco, evitando coreografias para alguns hits e tendo até mesmo que cancelar algumas datas. Ela chegou a se descrever como uma “boneca remendada com fita crepe e cola”.

View this post on Instagram

Everyone has a Crutch……………. ?

A post shared by Madonna (@madonna) on

Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram


Karol Gomes
Karol Gomes é jornalista e pós-graduada em Cinema e Linguagem Audiovisual. Há cinco anos, escreve sobre e para mulheres com um recorte racial, tendo passado por veículos como MdeMulher, Modefica, Finanças Femininas e Think Olga. Hoje, dirige o projeto jornalístico Entreviste um Negro e a agência Mandê, apoiando veículos de comunicação e empresas que querem se comunicar de maneira inclusiva.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Negras, trans e mulheres: diversidade desafia preconceito e protagoniza eleições