Inovação

O bife à base de plantas feito por impressora 3D que impressionou todo mundo

por: Vitor Paiva

A produção e venda de carnes vem se transformando, e estima-se que até 2029 aproximadamente 10% desse mercado seja composto por alternativas à carne animal como as carnes vegetais, em uma cifra que passará dos 140 bilhões de dólares. Há um braço desse mercado alternativo, porém, que promete levar a revolução tecnológica na indústria alimentícia além da ficção científica: as carnes à base de plantas e produzidas por impressoras 3D – é isso que a startup israelense Redefine Meat começará a testar, antes de lançar o produto em escala industrial.

O grande diferencial em relação a outras marcas de carne vegetal, como Beyond Meat e Impossible Foods, é o fato do seu “Alt-Steak” ser produzida através de uma impressora. A ideia da empresa com sede em Rehovot, ao sul de Tel Aviv, é começar a experiência de sua carne impressa em restaurantes de luxo da região, antes de distribuir o produto em larga escala no ano que vem.

Segundo Eshchar Ben-Shitrit, presidente-executivo da Redefine Meat, as máquinas serão capazes de imprimir até 20 quilos de carne vegetal por hora a um custo menor que a carne de verdade – no futuro, as impressoras serão capazes de imprimir centenas de quilos.

Segundo Ben-Shitrit, a impressora é fundamental para reproduzir a textura das carnes e revoluciona o meio de produção do alimento, mas não resolve a questão do sabor. A Redefine Meat foi fundada em 2018 e conseguiu captar 6 milhões de dólares em 2019 em uma rodada de investimentos, mas com a chegada das impressoras e dos seus produtos ao mercado global a estimativa é que a empresa se valorize ainda mais – transformando a indústria alimentícia e também o mercado de impressoras 3D.

Uma das impressoras de carne vegetal da startup

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.


X
Próxima notícia Hypeness:
‘Green Week’ contraria Black Friday e doa dinheiro de vendas para defesa do meio ambiente