Inspiração

Peças de Frantz Fanon são lançadas em livro com tradução inédita no Brasil

por: Redação Hypeness

Psiquiatra e filósofo marxista do século 20, o martinicano Frantz Fanon (1925 – 1961) produziu obras de imenso valor para pensamentos decoloniais, negros e antirracistas, cuja relevância se mantém forte e atual. Para prestigiar o trabalho do ensaísta, a editora brasileira Segundo Selo lança, às 19h da próxima segunda-feira (20), o livro “O Olho Se Afoga / Mãos Paralelas – Teatro Filosófico” com duas peças escritas por Fanon, mas nunca antes traduzidas oficialmente no Brasil.

Por meio de um webinário com a presença de pesquisadores e convidados, a publicação será lançada durante uma live na página da editora no Facebook. Com o foco de homenagear Fanon na data em que o filósofo completaria 95 anos de idade se estivesse vivo, a bancada da transmissão ao vivo irá apresentar um pouco da vida e da obra do autor.

– Coletivo de escritoras lista mais de 100 autoras negras brasileiras para conhecer

Livro com peças de Frantz Fanon nunca havia sido traduzido no Brasil

De acordo com informações do site “Geledés“, só em 2008 que Fanon ganhou uma obra traduzida no Brasil, pelas mãos do antropólogo baiano Renato da Silveira. Agora, o país recebe uma nova adaptação para o português feita por César Sobrinho, tradutor da publicação (já em pré-venda) originalmente escrita em francês.

Quem foi Frantz Fanon?

Nascido na ilha de Martinica, no Caribe, Frantz Fanon se dedicou a entender as consequências psicológicas, políticas e socioeconômicas da colonização francesa na região.

– Comunicadores negros se apropriam dos podcasts e subvertem lógica racista

Conhecido por reflexões como as da obra “Pele Negra, Máscaras Brancas”, de 1952, Fanon também participou do processo de libertação da Argélia, país do norte da África, do domínio francês, em que se uniu à resistência majoritariamente negra da população local.

Inspirado pelo pensamento de teóricos como Jean Paul Sartre (1905 – 1980) e Simone de Beauvoir (1908 – 1986), o psiquiatra se tornou um dos mais importante intelectuais pretos de sua época.

Publicidade

Fotos: Divulgação


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Casagrande emociona com depoimento sensível e honesto sobre morte de Maradona