Debate

Rodrigo Bocardi contesta direito de greve e é surpreendido por resposta certeira de metroviário

por: Redação Hypeness

O apresentador Rodrigo Bocardi está entre os assuntos mais falados no Twitter após um momento de constrangimento no ‘Bom Dia São Paulo‘, jornal apresentado por ele nas manhãs da TV Globo.

– Ex-consulesa da França critica escolha de William Waack para comentar protestos antirracistas na CNN

O assunto era a greve dos metroviários na cidade de São Paulo – ou melhor, a suspensão da greve. Bocardi entrevistava o presidente do Sindicato dos Metroviários, Altino de Melo Prazeres Junior, e decidiu fazer uma crítica sobre a paralisação. 

O apresentador questionou, “como o sindicato enxerga uma greve, em meio à pandemia, de um serviço essencial que transporta milhões de pessoas que tiveram redução de seu salário, que estão em busca de emprego? Vocês acham razoável uma paralisação no meio de uma pandemia?”.

– Fala de Rodrigo Bocardi mostra força do racismo estrutural no Brasil

– Rodrigo Bocardi discute com espectador ao vivo por causa de lixo: ‘Piada é você’

Altino não pensou duas vezes em responder ao jornalista, afirmando que considerava a paralisação justa e aproveitou para criticar a notícia de que vários bilionários brasileiros enriqueceram durante a pandemia do novo coronavírus, fazendo um contraste com os impactos do isolamento social na economia da população em geral.

“É justo os mais ricos, os bilionários desse país, ficarem mais ricos na pandemia? Tá errado. A luta dos metroviários foi para resistir, para que a gente mantenha o nosso nível de vida. A pergunta é: por que os bilionários ficam mais ricos e os trabalhadores têm que pagar o custo desta crise que eles mesmos criaram?”, indagou.

– Reportagem gordofóbica da Globo que viralizou mostra que muita coisa mudou desde os anos 90

Quando o link da entrevista volta para os estúdios da Globo, Bocardi imediatamente encerra o assunto agradecendo a participação de Altino sem nenhum comentário, claramente sem mais palavras diante da resposta do entrevistado. 

Greve é direito do trabalhador 

A greve é direito de todo o trabalhador, como enfatiza o artigo 9º da Constituição Federal. 

“Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL”, diz a Constituição. 

O mesmo artigo 9º afirma que atividades essenciais devem prover o mínimo de atendimento, suprindo necessidades básicas da população. As greves precisam ser informadas com 72 horas de antecedência. 

A entrevista repercutiu no Twitter: 

Publicidade

Foto: Reprodução / Rede Globo


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Campanha pede debate da Globo online após Boulos testar positivo para covid-19