Agenda Hypeness

Agenda Hype em casa: Otto, Alcione e Seu Jorge numa sequencia linda de lives

por: Gabriela Rassy

A semana está recheada de música e arte com shows online de Otto, Alcione e Seu Jorge cantando David Bowie. O Masp volta com o Música no Vão ao som de Mc Tha. Já o Festival Aceleração Labsonica apresenta novidades musicais enquanto o Festival Camomila promove atividades como yoga, meditação e papos astrológicos. O 3º Art & Jazz traz oficina de Tie Dye com muita música e o FarOFFa no Sofá resgata espetáculos de sucesso na modalidade online.

Nos lançamentos, destaque para o álbum Onze, com inéditas de Adoniran Barbosa gravada por Elza Soares, Francisco El Hombre, Zeca Baleiro, Di Melo e muitos outros. Já o artista Jortacio ganha novo clipe produzido pela Recheio Digital.

Vem na minha!

#lives

Música no Vão Online | YouTube Masp
Quarta, 14, 18h
O museu decidiu retomar as apresentações musicais, mas no ambiente virtual. Dançarinos irão promover workshops das 18h às 19h, e os shows serão das 19h às 20h – ambos ocorrerão no auditório do MASP, sem plateia. Nesta semana, a dançarina Munique Costa dará um workshop de gumboot às 18h em que alunos poderão experimentar a criação de códigos e diálogos percussivos. O estilo de dança nasceu na África do Sul no século 19, período em que ocorriam as descobertas de minas de ouro e diamante. Em seguida, às 19h, rola o show de MC Tha apresentando músicas de “Rito de Passá”, primeiro álbum da artista, produzido de forma independente. Nele, ela mistura batidas do funk com batuques da capoeira e da umbanda alinhados a MPB. MC Tha passeia por lembranças íntimas, percebidas tanto nas letras quanto nas experimentações sonoras de Ubunto, Jaloo, Malka, Felipe Cordeiro, DJ Tide e MU540.

Festival Camomila | YouTube
15 a 19 de agosto – sábado, segunda e quarta
O festival potiguar reúne convidados para oferecer encontros de meditação, yoga, rodas de mantras, oficinas, contato com a ancestralidade, shows e palestras. Por meio de lives ao vivo e outras pré-gravadas, o festival proporciona momentos de troca e aproximação, agora, sem barreiras geográficas. Nesta primeira semana, os destaques ficam com a oficina de bonecas de pano de Dona Jacira, astrologia com Titi Vidal, a palestra “lidando com a impermanência”, a vivência de dança contemplativa, e a roda de mantras com a banda CamomilaChá, que mescla cantos sagrados e meditação. Confira a programação completa aqui.

Mulher em Perspectiva | Formas de violência contra a mulher e ciclo de violência
Quinta, 13, às 20h
O projeto Mulher em Perspectiva teve início no fim do mês de junho. Idealizado pela atriz Bruna Machado, o coletivo é pautado no feminismo interseccional e tem o objetivo de compartilhar conhecimentos de mulheres sobre diversas temáticas que atravessam o grupo.Formado por Ana Raquel Machado, Bruna Almeida, Bruna Machado, Daia Moura, Kamyla Amorim, Luiza Lorenzetti, Priscila Garcia e Vitoria Cardoso, foi em meio a pandemia Covid-19 que decidiram proporcionar um espaço para a troca de conhecimentos de mulheres brasileiras. Nesta semana o encontro é com a advogada Luana Bruzasco.

Mulheres em Quarentena | Youtube
Até Domingo
A primeira performance “Insuflação de uma morte crônica” vai até o dia 16 de agosto e será transmitida 24h ao vivo no YouTube. Nela, quatro mulheres em quarentena vão encher bexigas pretas em número equivalente ao de mortos pela Covid-19, no Brasil pelo período de 24 horas. As participantes, além de encher bexigas, deverão conviver com elas no ambiente doméstico em suas atividades cotidianas.  A cada bexiga inflada, as performers devem acionar o sistema de contagem para que quem esteja assistindo seja atualizado sobre quantidade de bexigas cheias.Todos os dias, em par com a atualização do número de mortes, novas bexigas são levadas para a casa onde se encontram essas mulheres. No último dia, 16 de agosto, as bexigas serão esvaziadas e o espaço limpo. Os resíduos da performance serão entregues para um coletivo de mães da periferia de São Paulo e serão transformadas em um grande manto-tela.

Festival Aceleração Labsonica Toca do Bandido | YouTube da Oi Futuro
Sexta a domingo: dia 14 às 19h, dias 15 e 16 às 17h
O festival representa o ápice de um processo de mentoria e criação coletiva iniciado em abril, quando os músicos foram selecionados através do edital de aceleração musical laçado pela Oi Labsônica, edição Toca do Bandido e selo Toca Discos. 7 artistas se apresentarão por dia, com destaque para Agnes Dourado e Katú Mirim que abrem e fecham o festival na sexta. Imperdível também a apresentação do paraense Lucas Estrela no sábado e da baiana Caru no domingo.

Rolezinho Imune | Youtube e Instagram
De 15 de agosto a 12 de setembro
IMuNe surge como plataforma de criação artística que conecta presencial e virtualmente artistas negros da música, desconstruindo o nosso infeliz histórico de invisibilização das pessoas negras e revelando potências que vibram cada vez mais. O Rolezinho é composto por 9 painéis de debates, gratuitos e ao vivo. O encontro de abertura contará com um mediador do coletivo e três convidados. O encerramento deste primeiro encontro ficará por conta dos cinco showcases dos selecionados na campanha “Imunidade Sonora”.

View this post on Instagram

SAIU! Essa é a lista dos 05 artistas selecionados para apresentarem o showcase no primeiro Rolezinho IMuNe. 🔸 O critério de seleção foi, principalmente, REPRESENTATIVIDADE e PERSONALIDADE, entre outros. 🔸 Os 05 aristas selecionados também já estão aprovados para receber a Bolsa Artística da Campanha IMuNidade Sonora! 🔸 Neste post você também confere a LISTA DE ESPERA que foi criada caso algum dos selecionados manifestem impossibilidade de apresentação. 🔹 Foram muitas incrições e queríamos conseguir abraçar todos vocês, artistas, donos de trabalhos tão grandiosos e necessários. O sentimento que fica é de muito orgulho pelo alcance que a Campanha IMuNidade Sonora atingiu, e pelo contato com trabalhos de tanta qualidade de artistas de todo Brasil. Sentimos muito por não conseguir impulsionar mais trabalhos, porém caminhamos com a certeza de que esse é o início de uma grande jornada. E nós, vamos juntes. OBRIGADE! ✊🏾 . Arte @criola___ Peça gráfica @gabrieualgusto

A post shared by IMuNe (@coletivoimune) on

Seu Jorge | The Life Aquatic Studio Sessions | Um tributo a David Bowie | Ingresse
Sábado, 16h
R$ 50

O código PROMO25, que permite ao público brasileiro obter 50% de desconto no preço dos ingressos (R$ 50 para o público estrangeiro, R$ 25 para brasileiros). De quinta pra sexta (meia-noite), haverá uma virada de lote em que os novos preços serão R$ 60,00 e R$ 30,00 (o novo código será PROMO30).

Em 2004, Seu Jorge fez parte do elenco do filme The Life Aquatic with Steve Zissou, dirigido por Wes Anderson. A pedido do diretor, o músico e ator brasileiro gravou canções, releituras, em português, de músicas de David Bowie. As gravações, além de fazerem parte da trilha do longa-metragem, também se transformaram em um álbum: The Life Aquatic Studio Sessions. Agora, com adaptações ao momento que o mundo atravessa, a Opus Entretenimento deu forma ao antigo desejo de Seu Jorge de fazer essa apresentação em solo brasileiro. Novo lote de ingresso estará disponível a partir de sexta-feira no Ingresse.

“Tenho a oportunidade de levar o Brasil comigo, em todos os projetos que desenvolvo, em todos os encontros que a profissão me permite. Isso é motivo de muito orgulho. Esse álbum, que fez parte da trilha do filme e é um tributo a um grande artista como o David Bowie, é um presente pra mim”, celebra Seu Jorge. O formato será intimista, apenas Seu Jorge e um violão. Serão 14 canções e no repertório versões em português de Life on Mars?, Changes, Rock ‘n Roll Suicide, Rebel Rebel, estão entre as faixas musicais que serão interpretadas. Para completar, a ambientação será natural e terá relação com a atmosfera do filme.

Alcione | Vivo em Casa
Sábado, 18h
R$ 10
Alcione que promete divertir e emocionar os seus fãs do Brasil e exterior com o show de lançamento da sua turnê “Tijolo por Tijolo” sendo a primeira turnê brasileira lançada de forma virtual. O show é uma referência o 42º álbum de Alcione e celebra os 48 anos de uma carreira sólida, longeva e de sucesso.

Otto | YouTube
Sábado, 20h
Em sua primeiro live show, o cantor e compositor apresenta sucessos da carreira.

3º Art & Jazz | Zoom
Domingo, 16, a partir das 14h30
A artista Bruh Bandeira, criadora do perfil @imagineedesenhe , será a responsável por ministrar a 3ª edição do Art & Jazz, festival virtual que reúne arte e música na casa dos participantes. Pela primeira vez, o evento contará também com uma oficina de Tie Dye, comandada pela Aliana Jordão que, em parceria com a Seeds BR, irá ensinar o público a customizar camisetas em diversos modelos. Enquanto os participantes criarão suas próprias obras de arte, poderão também tirar dúvidas e interagir com os demais, e com as próprias artistas, enquanto curtem os shows da Jazz Mansion. As apresentações ao vivo serão feitas pelos músicos Lucas Melifona e Olivia Harris (New York – USA), além da abertura e do after com a DJ residente Luísa Viscardi. Os ingressos custam a partir de R$ 40 e podem ser adquiridos por meio da Jazz Mansion Store – mas vale pegar o kit completo e aproveitar ao máximo a experiência.

Flavia K | Youtube
Domingos, a partir das 21h30
A cantora mostra a seus seguidores um repertório variado, que vai das canções de Janelas Imprevisíveis, seu mais recente trabalho, e outras autorais, à versões para músicas de artistas como Ivan Lins, Erykah Badu, Corinne Bailey Rae, Djavan e outros. Acompanhada de Julio Mossil no baixo, a pianista visita clássicos e modernidades do jazz, soul e MPB.

#lançamentos

Adoniran Barbosa | Onze
O projeto convida o público a embarcar no universo de Adoniran Barbosa e conhecer 11 músicas inéditas do sambista, que serão lançadas nas vozes de diferentes personalidades. Artistas já consagrados como Elza Soares, Zeca Baleiro e Di Mello. Além deles, artistas em ascensão como a banda Francisco El Hombre, ÀVUÀ, Zé Ibarra, Rubel, Barro, Luê, Amanda Pacífico e Illy também fazem parte do projeto, que possui produção musical da DaHouse Audio com o produtor Lucas Mayer e curadoria do Coala.Lab.

Jortacio | Conta-Gotas
Jortacio é a junção do nome de João Ortácio. Antes, o João era vocalista, guitarrista e compositor da banda porto-alegrense Renascentes. A mudança de nome para a carreira solo não foi a única diferença. Jortacio está lançando o EP A Máquina, desta vez empunhando um violão. Dedilhando o instrumento numa doce canção, ele reverencia a MPB na faixa “Conta-Gotas”. O segundo single do EP ganha um clipe dirigido por Daniela Cucchiarelli, da Recheio Digital.

Aya | Me Libertar
Com “Me Libertar”, single lançado em julho, AYA traz ares de otimismo para aquelas histórias de amor que rimam com dor. É para dar aquela fortalecida, se recuperar. Pode notar que a força da volta por cima está em sua voz: marcante, forte, mas nem por isso fria. Pelo contrário, convicta, num tom que surge a partir de timo, o sistema de defesa imunológica no corpo – é a recuperação pedindo passagem -, mas também do thymós, do coração, da coragem. É certo que ela não precisa de um vocabulário complexo para se expressar e põe isso para fora de maneira muito mais simples do que as tentativas de explicar: é hora de se desprender, partir para a próxima.

Dois É Par | Dança
A dança é uma linguagem capaz de dar forma a elementos abstratos, como sentimentos e vivências, e, assim, dar corpo a percepções da realidade. Esse processo também acontece no novo single e videoclipe do duo Dois É Par, “Dança”. Traduzindo sensações nascidas durante a pandemia do novo coronavírus em versos, melodia e expressão corporal, a produção cria leveza sem omitir a densidade do atual momento.

Ga Setúbal | Monolito
O cantor, músico e compositor paulistano, integrante da banda Pitanga em Pé de Amora, agora chega com sua carreira solo, calcada na MPB com o pop em belas canções de amor e vida. “Monolito” é seu mais novo single e ganhou um clipe também inédito.

Victoria Saavedra | Peripécias
Cantautora colombiana radicada em São Paulo lançou seu novo clipe, “Peripécias”. A música reflete a identidade latina da artista a partir de suas características e influências sonoras, como a champeta colombiana e os tambores brasileiros.

Alfamor | Babylon
O projeto musical de Paola Alfamor tem clipe novo. A artista multifacetada, que transita pelas artes plásticas, tatuagem, fotografia, audiovisual e pela música, experimenta de uma maneira um pouco mais exposta e, de certa forma, mais profunda. E, em meio a pandemia da Covid-19, ela se viu obrigada a dar uma pausa no planejamento de lançamento de Onça (YBmusic), seu álbum de estreia, com produção de Saulo Duarte.

#cinema

Ciclo de Cinema e Psicanálise – Dor e glória (ao vivo) | Canal do MIS no Youtube
Terça, 20h
O Ciclo de Cinema e Psicanálise (programa realizado em parceria com a Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo e a Folha de S.Paulo), que a cada edição traz um filme seguido de debate com um jornalista cultural e um psicanalista convidado, ganha mais uma edição ao vivo. Desta vez, entra em debate Dor e glória (Dolor y gloria, dir. Pedro Almodóvar, Espanha, 2019, 14 anos, 113 min), 21º filme de Pedro Almodóvar. Participam da conversa, mediada por Luciana Saddi, diretora de Cultura e Comunidade da SBPSP,  a psicanalista Miriam Tawil e o crítico de cinema e colaborador da Folha de S.Paulo Alexandre Agabiti Fernandez. Em Dor e glória, Salvador Mallo (Antonio Banderas), um melancólico cineasta em declínio, pensa sobre suas escolhas de vida quando seu passado retorna. Através das lembranças e reencontros, pensa em sua infância na década de 1960, no processo de imigração para a Espanha, em seu o primeiro amor e em sua história com a escrita e o cinema. O longa não será exibido, mas está disponível nas plataformas Telecine Play, Google Play, Looke e iTunes.

Curta Kinoforum – Criatividade em Tempo de Crise | MIS
Quinta, 20h
Em parceria com o MIS, o Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo – Curta Kinoforum – propõe um “esquenta” com projeções de curtas brasileiros históricos e lives com seus diretores. O programa especial Criatividade em Tempo de Crise reúne alguns dos mais importantes cineastas revelados durante a denominada Primavera do Curta (1986-1996). Entre outras questões, os debates têm como pauta a criação, produção e circulação desses curtas e como foi possível eclodir uma filmografia criativa e impactante em pleno período de crise aguda na produção cinematográfica brasileira. Que lições pode-se extrair de tal experiência para iluminar os dias que se seguirão à pandemia planetária da Covid-19?

#visuais

Vozes Contra o Racismo
A partir de quarta, 12
Quem passar pela Rua Augusta, altura do número 1.117, poderá conferir uma grande empena com o grafite do artista Mauro Neri, o Veracidade, que mostrará um menino negro, com a camiseta do Brasil, uma mochila em forma de casa. Nas mãos uma lata de spray. No rosto uma máscara com a palavra justiça. A imagem busca representar a figura da pessoa negra na paisagem urbana e nas representações artísticas. “Ainda é tempo de compensar toda essa ausência. O cenário que vivemos hoje explicitou muitas urgências e prioridades. A pandemia e o racismo mostram que, mais que nunca, o importante é estra vivo em meio a esse genocídio estrutural”, afirma Veracidade.

Vozes Contra o Racismo | Luz Negra
15 e 31 de agosto
A projeção de uma propaganda otimista para a mulher negra contemporânea, da artista Mônica Ventura, que leva a frase “Uma mulher negra feliz é um ato revolucionário” de autoria da jornalista e escritora Juliana Borges, fica em um letreiro com luz neon que ficará na Praça da Liberdade, antigo Largo da Forca. O objetivo da obra é discutir como se estrutura a participação das mulheres negras nos meio de comunicação.

#cênicas

FarOFFa no Sofá
11 e 16 de agosto
A mostra que reúne, em seis dias, cerca de 130 obras, além de nove palestras. Dos recentes aos não recentes, tem o Teatro Oficina com três peças, “Hamlet” (1992), “Navalha na Carne” (2015), “Bacantes”(versão de 2016) e o Bando de Teatro Olodum com “Áfricas” (2007), o primeiro espetáculo infantojuvenil da companhia. O Grupo Galpão exibe “Os Gigantes da Montanha” (2013) e “Nós” (2017) e o também mineiro Grupo Oficcina Multimédia resgata “Play it Again” (2012) e “Macquinária 21” (2016). Com três obras programadas na mostra, Renata Carvalho estará nas cenas de “Manifesto Transpofágico” (2019), no “Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu” (2016) e “Domínio Público” (2018). Confira a programação completa aqui.

Festival de Teatro Online em Tempo Real do Rio de Janeiro | Zoom e YouTube
Sábados e domingos de agosto, 18h e 19h30
A mostra competitiva, promovida pela Cia Banquete Cultural, conta com 10 apresentações de teatro online em tempo real, sendo 5 dramas e 5 comédias. A participação é gratuita e os interessados em assistir ao vivo, devem enviar um e-mail para banqueteculturalproducoes@gmail.com. O link e a senha para acesso à sala virtual do Zoom serão enviados por e-mail pela Cia Banquete Cultural.

#cursos

Arte Africana: histórias e perspectivas com Renato Araújo | MAM
De 19 de agosto a 23 de setembro, quartas-feiras, das 18h às 19h30
Duração: 6 encontros
Investimento: R$ 468 em até 3 parcelas
Aula avulsa: R$ 80/aula
O curso traz os temas mais relevantes dentro das áreas de arte e etnologia africanas possibilitando compreender como se originou o processo de transformação dos conceitos sobre a arte africana nos séculos XIX e XX, identificar métodos de abordagem (artístico e etnográfico) dessas manifestações culturais. Também apresenta os padrões artísticos de máscaras e estatuetas, entre outros objetos africanos, bem como às suas menções formais no ocidente, quando arejaram movimentos artísticos dentro do modernismo europeu no início do século XX.

Transversalidades: “Cosmovisão africana da terra e das plantas” | CCBB
Quinta, 10h
Grátis
O Transversalidades deste dia apresenta o curso Cosmovisão africana da terra e das plantas, voltado para mães, pais, professores e educadores. Nessa edição, Ângela Maria da Silva Gomes, pesquisadora e doutora em Etnobotânica Negro Africana pela UFMG, apresenta um conceito de biodiversidade relacionado aos povos do sul global, extrapolando a dimensão física e quantitativa da variedade de flora, fauna, fungos e microorganismos. O curso tem tradução em Libras.

Fundação das Artes
4 a 15 de agosto de 2020
300 vagas gratuitas
Até o dia 15 de agosto, a Fundação das Artes de São Caetano do Sul está com inscrições abertas para cursos gratuitos em oito modalidades: Agente Cultural de Eventos, Cenografia/Cenotécnica, Dramaturgia, Figurino, Maquiagem, Práticas de Dança, Produção Cultural e Recreação Cultural. Com carga horária entre 160 e 200 horas, os cursos são de curta duração e serão realizados de forma remota, em uma dinâmica de condução de processos criativos a distância, enquanto as atividades presenciais não estão autorizadas. As aulas ocorrerão duas vezes por semana no período noturno e/ou nas manhãs e tardes dos sábados, totalizando carga horária semanal de 6 (seis) horas.

Publicidade


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Will Smith posa com elenco de ‘O Maluco no Pedaço’ e homenageia tio Phil em vídeo emocionante