Inspiração

‘Agosto Dourado’: mães se unem para livrar amamentação de machismo arcaico

por: Redação Hypeness

Criada em 1991, a campanha “Agosto Dourado” acontece anualmente para promover a conscientização sobre a importância da amamentação. Com início no Dia Mundial da Amamentação (1/08), a Semana Mundial do Aleitamento Materno (SMAM) é celebrada entre 1 e 7 de agosto e, todos os anos, abre as ações do mês em prol do incentivo e divulgação de informações sobre os benefícios do aleitamento materno. Este ano, mães anônimas e famosas publicaram fotos com mensagens de amor e de incentivo ao ato, que ainda sofre censura e machismo quando realizado em locais públicos.

Segundo a Rede Global de Bancos de Leite Humano, a amamentação é capaz de reduzir em até 13% a quantidade de mortes evitáveis de crianças com até cinco anos de vida. De acordo com dados da rede, que opera no Brasil a partir da parceria entre a Agência Brasileira de Cooperação (ABC) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a composição do leite materno apresenta todos os nutrientes necessários para suprir as demandas humanas até os primeiros seis meses do bebê e tem a capacidade de proteger os pequenos e as mães de diversas doenças.

– Letícia Colin desabafa sobre momentos difíceis na amamentação: ‘É desanimador’

“A amamentação também melhora o coeficiente intelectual, a preparação para a escola e a assistência a ela. Também é associada a maiores rendas na vida adulta e reduz o risco de câncer de mama nas mães”, diz a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). “O aleitamento materno é vital para a saúde e desenvolvimento das crianças ao longo de toda a vida e reduz os custos para os sistemas de saúde, famílias e governos.”

– Kelly Key posta imagens de amamentação e sofre assédio sexual no Instagram

Para colaborar com a luta pelo incentivo à amamentação e contra a sexualização dos seios femininos no contexto do aleitamento materno, celebridades brasileiras como Giovanna Ewbank, Camila Pitanga, Titi Müller, Regina Casé, Juliana Alves e Carol Castro postaram fotos no Dia Mundial da Amamentação com legendas inspiradoras.

“Eu tinha muito medo da amamentação. Ouvia relatos terríveis de mães que sofreram muito, se machucaram e acabaram tendo uma história de amamentação frustrante e banhada em culpa”, contou a apresentadora e mãe de primeira viagem, Titi Müller, em seu perfil oficial no Instagram“Eu tive a sorte de ter uma duplinha que já nasceu sabendo mamar, nunca senti dor e estou tendo muito amparo pra que essa jornada termine quando for o momento certo.”

Titi também desabafou recentemente sobre a hiperssexualização do corpo feminino na rede social, até mesmo durante a gravidez.

Titi Muller ao lado do filhinho, Benjamin, nascido em junho de 2020 / Foto: Reprodução Instagram / @titimuller_

Já a atriz Juliana Alves, publicou fotos amamentando a filha Yolanda junto à chamada para o sexto vídeo da série “Pra Nós”, disponível no IGTV da artista, sobre o tema “Amamentação e Aleitamento”. “A natureza é mesmo fantástica, né? Já parou para pensar no quanto é incrível o corpo de uma pessoa produzir leite? A missão de nutrir um ser que acabou de chegar neste mundo?”, diz Juliana no episódio, que também trata das dificuldades físicas e psicológicas do período de amamentação.

A artista carioca deu luz à filha durante um parto humanizado e cheio de emoção.

Atriz Juliana Alves amamentando a pequena Yolanda / Foto: Reprodução Instagram / @julianaalvesiam

Já a também atriz Giovanna Ewbank, mãe adotiva de Titi e Bless, publicou sobre a experiência de amamentar Zyan, o primeiro filho biológico com o marido Bruno Gagliasso. “Eu, que estou amamentando pela primeira vez, tenho descoberto como a amamentação é uma conexão única entre a mãe e seu bebê. Muitas vezes me pego chorando de amor, emoção e tamanha troca com o meu Zyan”, escreveu a artista no Instagram.

– Para conscientizar sobre amamentação, Londres é invadida por seios gigantes

Ela também alertou para a dificuldade de amamentação para algumas mães e chamou atenção para uma importante possibilidade: a doação de leite materno. “Eu tenho tido excesso de leite e graças a Deus tenho conseguido doar esse excesso para um banco de leite, ajudando bebês prematuros que estão internados em UTIs neonatais. Doar é um ato de amor!”, completou Giovanna.

Giovanna Ewbank em momento de carinho com o filho, Zyan / Foto: Reprodução Instagram / @gioewbank

Ações de conscientização sobre o aleitamento materno vão continuar acontecendo durante todo o mês de agosto, com programação remota. Para acompanhar a lista de lives nacionais sobre o tema, acesse o site da Rede Global de Bancos de Leite Humano.

Publicidade

Fotos: Créditos nas imagens


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Ambev quer ajudar 2,5 milhões de brasileiros a reduzirem o consumo excessivo de álcool