Sustentabilidade

ONG desenvolve carroça e triciclos elétricos para catadores de recicláveis

Redação Hypeness - 20/08/2020 | Atualizada em - 21/08/2020

O trabalho de catadores em grandes ou pequenas cidades do país é árduo. Diariamente, eles carregam até centenas de quilos de recicláveis nas costas em jornadas de trabalho que costumam ir muito além das nove horas estabelecidas para trabalhadores formais amparados pelas leis trabalhistas. Alguns deles ainda fazem isso com problemas de saúde que ficam ainda mais comprometidos pelo esforço físico extenuante. Para ajudá-los a ter um pouco mais de qualidade de vida, a ONG Pimp My Carroça criou o projeto Carroças do Futuro, que quer dar a esses trabalhadores carroças e triciclos automotivos que os ajudem no dia a dia. 

Quanto vale: entenda o preço de cada material e seu impacto na economia dos catadores

David, na foto, foi um dos beneficiados pelo triciclo elétrico do projeto, doado em parceria com a Nestlé.

A ideia surgiu do artista plástico Mundano, um dos criadores da ONG. Acostumado a pintar os carrinhos dos catadores de lixo, ele pensou que poderia facilitar o trabalho exaustivo dos catadores. O motor elétrico pode ser recarregado em tomadas comuns e costuma durar entre seis e oito horas. As carroças pode chegar a 5km/h e os triciclos, a 40km/h. O veículo maior seria uma escolha melhor para as grandes metrópoles, por conta dos terrenos irregulares. Já os triciclos se adaptam melhor em cidades com menos alterações de relevo. 

Todos eles possuem iluminação de segurança, como pisca alerta e faróis, além de buzina e retrovisores. As carroças e os triciclos também são equipados com um gerador de energia solar para carregar aparelhos celulares e até uma caixa de som. A estimativa é que cada catador gaste entre R$ 10 e R$ 12 por mês para carregar o motor. 

Catadores de material reciclável substituem animais por bicicletas de carga

A carroça elétrica ainda em fase de testes.

A gestora do projeto, Adriane Andrade, contou à “BBC” que a ONG pesquisou iniciativas anteriores que pretendiam motorizar as carroças. Após reuniões com engenheiros e especialistas em gerenciamento de resíduos, a organização elaborou seis protótipos. Com as melhores qualidades de cada um deles, uma parceria com o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) permitiu o desenvolvimento de um modelo final. 

O projeto já passou da fase de testes e agora vai passar por alterações de aprimoramento. Depois, o equipamento será testado nas ruas para que o time de desenvolvimento possa checar problemas ou alterações necessárias. A ONG procura empresas que topem parcerias para custear a manutenção do projeto. A Nestlé comprou quatro carros que foram doados para catadores de São Paulo e do Guarujá. 

Projeto ecológico valoriza a profissão de catador de lixo ao criar carro elétrico para a coleta

Triciclo doado por intermédio da Cooperben, cooperativa do Guarujá (SP).

Publicidade

Fotos: Pimp My Carroça


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Cobra persegue e tenta atacar bebê dentro de casa; veja vídeo