Ciência

Chuva de meteoro corta céu do Brasil na noite de segunda-feira; saiba como não perder

por: Yuri Ferreira

Nessa segunda-feira (10), a chuva de meteoros Piscis Austrinídeos poderá ser vista do território brasileiro no horário entre 22h e 23h. Para isso, basta olhar para o céu na direção da constelação de Peixes Austral. Hoje é o último dia de atividade dessa chuva de meteoros, então é bom ficar bem atento e, se possível, em um lugar distante das grandes cidades, já que luz das metrópoles atrapalha a observação de fenômenos astrológicos.

Segundo o Stellarium, a direção para se observar o céu, partindo de São Paulo às 23h, horário previsto para melhor observação do fenômeno, é o Leste. A constelação de Peixes estará próxima de Marte, o que pode facilitar a localização do apaixonado por astronomia na abóbada celeste.

– Superlua florida será a última de 2020 e coincide com chuva de meteoros

Observar meteoros é mais fácil com a utilização de equipamentos como telescópios e binóculos. Fica a dica.

Além disso, nesse mês, moradores da região Norte e Nordeste poderão ver com clareza as Perseidas, a partir dos dias 12 e 13, na direção da constelação de Perseus. Segundos a NASA, a chuva de meteoros da próxima quarta e quinta-feira pode ser uma das melhores da história, com observação mais clara para os moradores do hemisfério Norte.

– Lua azul e eclipse estão entre fenômenos astronômicos importantes de 2020

Ainda em agosto, as Alfa-Capricornídeas vão estar visíveis até dia 15, na direção da constelação de Capricórnio. Até o dia 23, as Delta-Aquarídeas também poderão ser observadas em algumas regiões do Brasil. A maioria das chuvas de meteoros são originadas de restos de poeira de cometas em altíssima velocidade viajando no espaço.

Para facilitar a observação e localização dos fenômenos no céu, o Stellarium é um software essencial. Os amantes da astronomia tem que tê-lo no computador para conseguir mapear os fenômenos e entender o que está acontecendo em cima de sua cabeça.

– Nasa revela novas fotos impressionantes de Júpiter

Além disso, se não tiver um local apropriado para ver as chuvas de meteoros ao vivo, com câmeras hospedadas no site Clima Ao Vivo, diversos membros da BRAMON, a Rede Brasileira de Observação de Meteoros, filmam o céu em diferentes regiões do país para quem quiser apreciar a chuva de meteoros ao vivo.

Publicidade

Fotos: © Getty Images


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Nasa encanta com foto de sombra da Lua refletida na superfície de Júpiter