Debate

Filha de Belchior e namorada são acusadas de latrocínio em trama digna de série policial

por: Yuri Ferreira

A filha de Belchior, Isabela Menegheli Belchior, e sua namorada confessaram participação no assassinato de Leizer Buchiwieser dos Santos, metalúrgico de São Carlos, em agosto de 2019. Segundo investigações, suspeitas de latrocínio e extorsão recaem sob as mulheres, em uma história confusa e digna de série policial.

Casal se entrega após assassinato de pedófilo

Um fato notório apontado por moradores de São Carlos, onde o crime ocorreu, é que Leizer Buchiwieser era pedófilo. Segundo fato: Leizer e a namorada de Isabela, Jaqueline Priscila Dornelas, combinaram um programa no valor de R$ 500 através de um chat online. Leizer pediu que o programa fosse acompanhado de uma criança. E aí as histórias não batem.

– Polícia prende alemão que atraia e enganava crianças para a produção de filmes pornográficos

Segundo a defesa de Isabela, o homem disse que a história de colocar uma criança era brincadeira. Ao chegar no local do programa, ele pediu para que a sobrinha de Isabela visse o programa. A garota de programa resistiu, uma briga começou e Isabela esfaqueou o homem.

“O que queremos deixar claro é que não houve extorsão e, na realidade, Isabela e os outros envolvidos queriam dar um corretivo na vítima pelo envolvimento dele com crianças, pois ele era assíduo na prática de pedofilia. Em nenhum momento colocaram a criança em risco, no imóvel ou em contato com a vítima”, disse a advogada de Isabela, Veridiana Trevisan, à EPTV.

– Belchior: conversamos com a garota que ‘escondeu’ o gênio da MPB em sua casa

Segundo a defesa de Jaqueline, o casal passou de carro junto da criança em frente a um posto de gasolina onde o encontro havia sido marcado e foi xingar o homem por se tratar de um pedófilo. Elas voltaram para casa, ele perseguiu as duas até a residência e então aconteceu o assassinato.

A Polícia ouviu depoimentos conflitantes e tenta apurar o caso.

“Os interrogatórios foram feitos ontem e, segundo consta, a Isabela assumiu que deu uma facada em Santos alegando que ele atentou sexualmente contra ela, de forma forçada. Nós, no entanto, apuramos que esse encontro foi todo marcado via chat, e ele pagaria por esse encontro”, Gilberto de Aquino, da DIG (Delegacia de Investigações Gerais). “Acabaram matando ele no local, colocaram no carro, jogaram o corpo em um lugar e incendiaram o veículo. Nós investigávamos o caso como homicídio, depois fomos descobrindo o envolvimento de Leizer com a pedofilia”, explica o delegado.

Publicidade

Fotos: Reprodução/EPTV


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Caçadores causam revolta por morte de 216 lobos em 60 horas