Ciência

Fungo de Chernobyl pode proteger astronautas da radiação espacial tóxica

por: Redação Hypeness

Um fungo que se alimenta de radiação pode ajudar astronautas em futuras viagens para fora do planeta. A descoberta foi feita por um grupo de cientistas das Universidades de Stanford, da Carolina do Norte e de Charlotte, nos Estados Unidos, que encontraram o micro-organismo no interior dos reatores que explodiram no desastre de Chernobyl, em Pripryat, em 1986. 

O cotidiano da zona de exclusão de Chernobyl pela lente do brasileiro Raul Arantes

O fungo se chama Cladosporium sphaerospermum e usa pigmentos de melanina para transformar radiação gama em energia química. O processo é conhecido como radiossíntese. 

Cientistas acadêmicos e pesquisadores da Nasa fecharam uma parceria para levar o fungo até a Estação Espacial Internacional para testar o que aconteceria com os microorganismos no espaço. A experiência consistiu em colocá-los na metade de uma placa de Petri e ficaram ali por 30 dias para observação. Os níveis de radiação foram medidos para saber exatamente o quanto passou pelo vidro e pelo fungo e o quanto ficou no vidro da parte da placa que estava sem o micro-organismo.

Nasa mostra o que acontece se um astronauta deixa cair algo no espaço

O reator da Usina Nuclear de Chernobyl, em Pripyat, na Ucrãnia, em 1986.

As análises preliminares mostraram resultados mistos. Os valores de radiação diminuíram em 2%, número bem mais baixo do que os cientistas esperavam ver, mas ainda úteis para que os pesquisadores pensem em desenvolver equipamentos tecnológicos com os pequenos organismos. 

Mesmo insatisfatórios, os resultados podem ajudar cientistas a desenvolverem equipamentos que protejam astronautas e veículos espaciais em futuras missões. 

Estimativas baseadas em coeficientes de atenuação linear indicam que uma camada de 21cm de espessura deste fungo pode anular amplamente uma dose equivalente a um ano da radiação na superfície de Marte”, diz o resumo da pesquisa publicado no jornal “BioRxiv”.

Animais prosperam mesmo vivendo na zona de exclusão de Chernobyl

Publicidade

Fotos: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
O que é a Pedra de Roseta, o mais importante documento arqueológico sobre o Egito Antigo?