Inspiração

Huggies doa mais de 1 milhão de fraldas e produtos de higiene para famílias vulneráveis

por: Redação Hypeness

Mais de três mil famílias foram beneficiadas com cerca de um milhão de produtos para crianças — como fraldas, shampoo, sabonete e outros — doados pela Huggies, linha de cuidados para bebês. Ao longo dos últimos três meses, a marca, que faz parte do grupo Kimberly-Clark, direcionou mais de R$ 500 mil em doações, que foram repassadas para famílias em situação de vulnerabilidade por intermédio de ONGs cadastradas. 

Maternidade solo e pandemia: ‘Vizinhas juntaram o que tinham e trouxeram para mim’

A iniciativa, chamada de “Bolsa-Huggies”, teve como intuito dar apoio a mulheres mães que estão passando por situações de dificuldade financeira agravadas pela pandemia do coronavírus. De acordo com número do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) quase metade das casas brasileiras é chefiada por mulheres e o número vem crescendo a cada ano. 

Empresa doa R$ 12 milhões em produtos de higiene, saúde e nutrição no combate à Covid-19

Sabemos que saúde financeira e emocional não andam separadas e que o desenvolvimento infantil vem principalmente da conexão dos pais com seu bebê; por isso, queremos ajudar ainda mais as famílias e minimizar de alguma forma a atual situação que estamos vivendo. Queremos oferecer uma jornada mais tranquila para as famílias e seus bebês”, diz Patrícia Macedo, diretora de marketing da Kimberly-Clark. 

Por meio do projeto, a companhia fez doações para famílias no sudeste, no nordeste e no sul do país. 

5 ideias criativas para incentivar a doação de sangue que fizeram a diferença

 

Publicidade

Fotos: Unsplash


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Ele sofreu traumatismo craniano e agora é a ‘calculadora humana mais rápida do mundo’