Debate

Líbano: nitrato de amônio causou outras 3 grandes explosões na história humana

por: Redação Hypeness

O presidente do Líbano, Michel Aoun, disse que uma substância chamada nitrato de amônio, usada como fertilizante e em materiais explosivos, pode ter causado a mega-explosão que deixou dezenas de mortos e milhares de feridos em Beirute, capital do país. Ele afirmou ainda ser ‘inaceitável‘ que 2.750 toneladas do composto estivessem estocadas em um depósito, sem a segurança necessária.

O primeiro-ministro do país, Hassan Diab, também se manifestou dizendo que o depósito onde o nitrato de amônio estava armazenado existia desde 2014 e que a situação do local será investigada pelas autoridades. O Conselho Supremo de Defesa do Líbano afirmou que os responsáveis vão enfrentar a ‘punição máxima‘ possível.

– Blade Runner de Cubatão: ‘Eu faço política, só que na música’, diz Supla 

A explosão aconteceu no Porto de Beirute

Mas o que é nitrato de amônio e como ele pode causar uma explosão tão devastadora? De acordo com o professor do Instituto de Química da Universidade de São Paulo (USP), Reinaldo Bazito, em entrevista para BBC Brasil, “o nitrato de amônio é um dos fertilizantes mais utilizados na agricultura no mundo inteiro. Também é usado na fabricação de explosivos”

– O que levou a Coreia do Norte a explodir o escritório de relações com a Coreia do Sul

“Ele é um explosivo altamente potente”, reforçou Bazito. A substância pode ser utilizada na produção de explosivos e bombas. Segundo o professor, normalmente o nitrato de amônio é estocado em grandes quantidades, pois a substância atende a uma grande demanda da agricultura por fertilizantes.

Beirute foi destruída pelo que parece ter sido um acidente

Beirute foi destruída pelo que parece ter sido um acidente

Bazito afirma que o fertilizante não apresenta grandes riscos se armazenado de maneira segura. “Ele é importante porque fornece uma necessidade básica das plantas, que são os nutrientes NPK, sigla para nitrogênio, fósforo e potássio”, explica. 

– Nasa encontra universo paralelo criado pelo Big Bang onde tempo passa ao contrário

O nitrato de amônio já causou algumas explosões trágicas:

1. Texas, 1947

Uma delas ocorreu no estado americano do Texas, em 16 de abril de 1947. Na ocasião, 581 pessoas morreram depois que um incêndio em um navio causou a explosão de cerca de 2.000 toneladas de nitrato de amônio. O caso foi considerado uma das mais potentes explosões não-nucleares da história.

2. Oklahoma, 1995 

Em 1995, dois extremistas americanos usaram a mesma substância, estocada em uma van, para explodir parte de um prédio na cidade de Oklahoma, também nos Estados Unidos. Ao todo, 168 pessoas morreram e 680 ficaram feridas. O atentado, cometido por Timothy McVeigh e seu cúmplice, Terry Nichols, foi um dos mais traumáticos da história dos Estados Unidos, provando que, nas mãos erradas, a substância pode ser muito perigosa. 

3. China, 2015

– Quarentena provocada pelo coronavírus mudou movimento da Terra

Em 2015, falhas na armazenagem de nitrato de amônio também causaram explosões na cidade de Tianjin, na China, matando 173 pessoas.

Publicidade

Fotos: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Nicette Bruno, 87 anos, é intubada após piora em quadro; atriz contraiu Covid de parente, diz filha