Inspiração

Mia Khalifa arrecada R$ 500 mil com venda de óculos para ajudar vítimas de explosão no Líbano

por: Yuri Ferreira


A influenciadora Mia Khalifa, conhecida por seu ativismo contra a indústria pornô – após ser uma vítima dela -, arrecadou R$ 500 mil para ajudar sobreviventes da explosão em Beirute, no Líbano, que chocou o mundo na semana passada. Mia é libanesa, apesar de morar nos EUA. Para alcançar essa quantia, Khalifa leiloou um óculos – que a fez notória no mundo da pornografia – pelo valor de 100 mil dólares.

A quantia arrecadada por Khalifa vai ser inteiramente revertida para a Cruz Vermelha, que deslocou  forças para a região e tem atuado duramente para reduzir os danos em mais de 4 mil vítimas da explosão no porto de Beirute, que ocorreu na última segunda-feira (3).

– Mia Khalifa fala que está sozinha em luta contra gigante pornô que ‘vale 1 bilhão de dólares’

Mia Khalifa arrecadou 100 mil dólares para a Cruz Vermelha no Líbano

Mia Khalifa sempre teve uma participação política nas questões libanesas, utilizando sua fama para apoiar os movimentos sociais que tomam conta do país nos últimos anos. Em postagem no Instagram, ela pediu para que as doações feitas pela comunidade internacional após a explosão não passem pelas autoridades libanesas, por suspeitas de corrupção.

Desde 2017 em convulsão social e econômica, o Líbano pegou o bonde da Primavera Árabe um pouco mais tarde; no ano passado, manifestações tomaram Beirute contra a ‘taxa do whatsapp’, imposto cobrado sobre o uso de aplicativos de mensagem instantâneas. Mia apoiou as manifestações populares.

– Líbano: nitrato de amônio causou outras 3 grandes explosões na história humana

Investigações mostram que explosão do reservatório de nitrato de amônia no porto de Beirute foi causada por negligência do governo libanês por cerca de 6 anos. Agora, manifestações tomam as praças de um Líbano desolado pela catástrofe. O executivo foi dissolvido nesta semana e Mia Khalifa tem apoiado uma dissolução do parlamento com novas eleições.

A desitruição tomou conta de Beirute

Vale lembrar que a complexa situação da política libanesa tem influência de quatro potências da região: Israel, Síria, Irã e Arábia Saudita disputam o poder no país do Cedro, que passou por uma Guerra Civil entre 1975 e 1990.

A participação política da ex-atriz pornô não ficou só no campo de seu país de origem nos últimos anos. Recentemente, Khalifa tem agido contra a ‘BangBros’, empresa que detém os direitos de seus filmes pornográficos. Ela já moveu 1 milhão de assinaturas para a retirada de seus vídeos pornôs do ar e tem conscientizado milhões de pessoas acerca dos males da indústria pornográfica.

Confira a publicação de MiKhalifa.

View this post on Instagram

The Lebanese government has resigned. Parliament is next. By choice or by force, either way, Lebanon has had enough while simultaneously having NOTHING. 6 days left on the auction for the original mia khalifa glasses to 100% benefit the @lebaneseredcross. Head to the link in my bio and let’s try to make a positive difference. Keep bidding, keep sharing, keep following accounts like @lebaneseredcross @beiruting @rimafakih @mouin.jaber @ginoraidy @thawramap @impact.lebanon @rebuilding.gemmayze @lebfoodbank. Keep sharing the links for fundraisers by the people, for the people, and DO NOT DONATE A SINGLE PENNY TO THE CORRUPT GOVERNMENT BACKED ORGANIZATIONS. The ones who hoard relief money, medical supplies, and food- only to re-sell to the Lebanese people at a 150% mark up. The ones who sit behind and watch the famine, economic collapse, and displacement of their own people on tv from their vacation homes in London, France, and Australia. Ban these pigs from every country in the world until they’re forced to live the same lifestyle they’ve imposed on the people in Lebanon.

A post shared by Mia K. (@miakhalifa) on


 

Publicidade

Fotos: foto: 1 Reprodução/Instagram/foto 2: Getty Images


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Emicida é estrela de ação de incentivo ao trabalho voluntário no Brasil