Debate

Modelo trans agredida dentro de casa passará por reconstrução facial; polícia identifica suspeito

Yuri Ferreira - 20/08/2020

Alice Felis, a modelo trans agredida dentro de sua própria casa, irá passar por uma cirurgia de reconstrução facial. A polícia identificou o homem que cometeu o crime contra ela. Lucas Brito Marques está preso. Após muita solidariedade vinda de famosos como Felipe Neto, Preta Gil e Pabllo Vittar, Alice irá receber gratuitamente o tratamento de saúde para se recuperar dos danos físicos causados pela violência transfóbica.

O caso aconteceu no último sábado (15). Ela encontrou Lucas Brito Marques em um bar e eles foram para a casa dela, em Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro. Quando chegaram ao apartamento da modelo, ele agrediu ela, quebrando seus dentes, nariz e maxilar. A polícia prendeu o suspeito e Aline o reconheceu, em um momento que ela julgou traumático:

– Por isqueiro, trans sofre agressão física, descaso policial e deboche em hospital

Lucas Brito Marques desfigurou a modelo trans Alice Felis, em uma brutal exposição da transfobia no Brasil

“Eu reconheci. Foi horrível ficar cara a cara com ele, ainda estou com medo, eu quase não tive coragem. Eu ainda estou muito abalada. Não sei se vou precisar fazer alguma cirurgia de correção. Mas eu sei que ainda não me sinto segura. Estou um pouco aliviada, mas graças a Deus ele foi preso e identificado. É um alívio”, contou em suas redes sociais.

– Modelo trans que desfilou crucificada na Parada LGBT foi novamente agredida em São Paulo

“Agora eu vou começar a me tratar de todas as formas que eu puder, psicologicamente, fisicamente e mentalmente. Eu só tenho gratidão a todo mundo que me ajudou, que vem me dando forças. Nós temos que ser fortes e não desistir nunca. Denunciem em casos como esse, tenham a coragem que eu tive. No início, eu tive muito medo de tudo. Mas sobrevivi. Nunca imaginei passar por isso”, completou.

A clínica de saúde para pessoas trans Transgender Center Brazil, de Blumenau, em Santa Catarina, vai conceder gratuitamente a reconstrução facial além de outros procedimentos estéticos para a vítima de violência e transfobia.

– Transexuais e travestis passam a ser protegidas pela Lei Maria da Penha

Segundo a defesa de Alice, o responsável pelo crime tem antecedentes criminais e tem como suas vítimas preferidas as transexuais da região de Copacabana.

“Ele já tinha passagem pela polícia por furto, por roubos. É uma pessoa conhecida em Copacabana, acostumado a aplicar golpes em travestis, em transsexuais. Então, a partir do momento que ela fez o reconhecimento, a delegada solicitou a prisão provisória dele”, explicou a advogada Feh Oliveira ao G1.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Twitter


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Casal que provocou incêndio florestal com chá revelação é indicado por 30 crimes