Debate

Motoboy é vítima de racismo de homem branco: ‘Você tem inveja disso aqui [minha cor]’

por: Yuri Ferreira

A manhã de sexta-feira (7) começou com mais um caso de racismo no Brasil. Um vídeo que viralizou no Twitter registra um homem branco fazendo injúrias raciais contra um entregador de delivery.

As fortes imagens são um exemplo do racismo – que muitos insistem em dizer que não existe no Brasil – e mostram a terrível estrutura de raça e classe em que vivemos neste país. A cena é aterrorizante.

– A esteticista que deu um bico no racismo e criou uma touca para cabelos crespos

Homem branco e rico humilha entregador de delivery em condomínio de luxo em claro ato de racismo, que gerou revolta nas redes sociais

O homem diz, em claro tom racista: “Você tem inveja disso aqui”, diz, apontando para a própria pele. No vídeo, a fala completa se dá: “Você tem inveja disso aqui (do condomínio), você tem inveja dessas famílias, você tem inveja disso aqui (da minha cor). Você nunca vai ter”, brada aos berros.

– Miguel e João Pedro: a morte pelo racismo que você, branco, finge não ver

Aqui o vídeo:

O racista se escondeu 

De acordo com reportagem do G1, o responsável pelos xingamentos racistas mora num condomínio de luxo de Valinhos, cidade na região de Campinas, no interior de São Paulo. No bairro Chácaras Silvania, precisamente. Sua identidade ainda não foi revelada.  

A cena é pavorosa. Trata-se de mais uma face do racismo estrutural e explícito brasileiro. O vídeo viralizou após ser postado por Paulo Lima, o Galo, líder do movimento de Entregadores Antifascistas – que protestam por melhores condições de trabalho.

– MP investiga influenciadora que classificou racismo como ‘algo natural’ e ‘instinto de defesa’

“Vamos deixar esse escroto de camiseta azul famoso pois ele foi racista com um entregador que estava apenas fazendo seu trabalho. Esse ser xingou e humilhou um trabalhador, se achando melhor que ele por morar em um condomínio de luxo. Saiba que ninguém é melhor que ninguém por ser rico ou ser branco. Como é de família rica isso vai acabar no esquecimento, como sempre acontece. Por isso resolvi postar o vídeo. Isso é racismo e é crime. Esse entregador é meu filho: um trabalhador honesto e não precisa sentir ou ter inveja de um escroto como esse”, afirmou a mãe de Mateus nas redes sociais.

As imagens foram gravadas no dia 31 de julho. O entregador, que estava trabalhando, disse que não é a primeira vez que este tipo de coisa acontece vindo deste cidadão. Ele, que preferiu não revelar sua identidade, fez boletim de ocorrência para denunciar o crime de racismo. A Guarda Municipal chegou a ser chamada e levou todos os envolvidos para a delegacia. 

O racista, como sempre, não atendeu aos pedidos de entrevista da afiliada da TV Globo em Campinas. 

“Eu falei pra ele que ele não podia fazer mais isso porque ninguém gostava desse tipo de atitude. O que ele faz é pra se mostrar superior as pessoas. Teve um momento que ele cuspiu em mim, jogou a nota no chão e disse que eu era lixo”, relatou o motoboy. Vai ficar por isso mesmo? Racismo é crime. 

Veja a repercussão do caso no Twitter:

Publicidade

Fotos: Reprodução/Twitter


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
‘Transar com uma mulher de cada país’: o machismo do jovem que se diz parça de Neymar