Inspiração

‘Não foi só viagem’: Lucas Maciel fala sobre imersão cannábica no Uruguai em novo doc

por: Rafael Oliver

Apresentador, repórter e youtuber, Lucas Maciel, ou Lucas Selfie, como ficou conhecido, já passou pela Band, atualmente está na MTV e Comedy Central. Seu canal no Youtube, o “Selfie Service”, conta com meio milhão de inscritos. Através dele, recentemente lançou o Maconha.doc, conteúdo gravado no Uruguai, onde faz uma verdadeira imersão cannábica. Para contar tudo sobre essa trip, ele veio ao Inspira e Respira, podcast do Hypeness, que está disponível aqui.

Durante sete dias de viagem, transformados em quatro episódios para a web serie, Lucas visitou a Expocannabis, trocou uma ideia com cultivadores e empresários da indústria farmacêutica, conheceu clubes de cultivo de maconha, acompanhou as etapas do cultivo e até cozinhou como um chef especializado em culinária cannábica. A seguir você confere alguns momentos da nossa conversa. 

A evolução

Quase sempre ligado ao humor, Lucas vem explorando novos temas. Tem produzido conteúdos mais sérios, sobre racismo, descriminalização da maconha. Seria um novo Lucas Maciel? Ele responde: “Acho que o amadurecimento anda muito paralelo à idade. Nunca me senti humorista. Eu sempre fui mais apresentador. Esse conteúdo que estou fazendo está muito mais próximo daquilo que eu sempre curti fazer. Eu tô muito seguro do conteúdo que estou produzindo”.

Os riscos

O conteúdo é arriscado por se tratar de questões ainda discriminadas. inclusive problemas com o Youtube são comuns para quem produz vídeos sobre maconha. Porém, Lucas foi em frente. E nos contou qual foi a inspiração para encarar o desafio: “Eu gosto do que é ousado e gosto quando as pessoas mudam de ideia depois que assistem algum conteúdo. Sempre busquei analisar os comentários das pessoas e tentar me adequar a isso. Nunca fui a fundo no tema Cannabis. Pensei: por que não? Então me joguei nessa. É legal mostrar para as pessoas que não é um bicho de sete cabeças. Por que não mostrar algo que me faz bem e que pode ajudar outras pessoas?” 

Racismo

Durante o doc, Lucas se aprofundou em questões culturais, como a proibição da erva estar ligada diretamente ao racismo, desde a época da escravidão: “Foi há muito tempo, com o surgimento da guarda real da polícia para proteger os portugueses, que eram minoria, precisavam mostrar autoridade. Então, linkaram o uso da maconha com práticas criminosas.” 

Respiro da semana 

No último bloco do programa, os participantes contaram como deixaram sua semana mais leve e aproveitaram para fazer indicações.

Rafael Rosa

Rafu fez uma receita de uma lasanha caseira, com massa fresca para fazer junto com a família. Além de ser perfeito para reunir o pessoal e saborear uma comida gostosa, cozinhar é ótimo para a saúde mental na quarentena.

Rarine:

Rari indicou o canal infantil Nana & Nilo no YouTube. “São duas crianças negras brasileiras, que falam muito sobre a cultura afro brasileira e a história africana. Eu acho muito importante a gente apresentar esses programas que não tem personagens padrões e que mostra a diversidade”.

Oliver

Oliver indicou o “Arte Alimenta”, projeto de doação de quadros. Você compra uma rifa de R$ 20,00 e concorre a uma obra de arte feita por grandes artistas e ajuda a levar comida para quem precisa.

Publicidade


Rafael Oliver
Publicitário de formação, com passagens por grandes agências, também atua por vocação na área da comédia. É redator, roteirista e humorista . Encontrou em San Diego, na Califórnia, seu segundo lar. Está sempre por lá. Vive uma busca incessante por novas experiências. E está longe de parar.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Torcedor coloca 15 mil itens do São Paulo à venda para ajudar moradores de favela