Debate

Padre deseja que fiéis que não vão às missas em meio à pandemia ‘morram antes da vacina’

por: Yuri Ferreira

O padre Antônio Firmino Lopes Lana desejou que fiéis que não estão indo às missas por medo da covid-19 “morram antes da vacina”. O religioso da paróquia São João Batista, em Visconde do Rio Branco, no estado de Minas Gerais, ainda iniciou seu sermão criticando o aborto realizado pela criança de 10 anos vítima de estupro e pedofilia na semana passada.

– Padre mantinha romance com hacker que o extorquiu em mais de R$ 2 mi; diz relatório

Com distanciamento social, algumas igrejas voltaram a funcionar durante a pandemia, mesmo com mais de 115 mil mortos no nosso país. O pároco se irritou com os fiéis que preferiam assistir as missas à distância e se proteger da covid-19, que continua matando e infectando milhares de brasileiros semanalmente. A fala dele é chocante:

– Padre Júlio Lancellotti posa ao lado de Mãe de Santo e dá aula de respeito na pandemia

“Cristãos de araque, de meia tigela. Não valem nada!. Engraçado, tem saúde, tem tudo, e dizem ‘Eu só vou na igreja quando tiver vacina’. Tomara que não apareça vacina para essas pessoas ou que morram antes da vacina chegar”, afirmou o padre.

A gente contou aqui no Hypeness a história de diversos religiosos que usaram a quarentena de maneira criativa e inspiradora:o padre que ligou os filtros do Facebook durante a transmissão de uma missa, o pároco que benzeu a cidade de helicóptero e também o cardeal que era sempre acompanhada de seus gatinhos durante sermões matinais. 

Agora, pedir a morte dos fiéis que estão prezando pela vida em um momento de pandemia não parece muito condizente com a religião do amor e do perdão. Após uma chuva de críticas contra a fala extremamente irresponsável, o padre se desculpou:

– Padres negros e o racismo que sustenta a branquitude da Igreja Católica

“Eu tenho que pedir desculpas àquelas pessoas que se sentiram ofendidas, machucadas com as minhas palavras. Espero que fique claro isto e tenho certeza de que vocês que têm um coração bom hão de reconhecer o meu erro e me perdoar por isto. Rezem por mim. Eu sou fraco também, sou pecador. Tenho as minhas misérias e preciso da misericórdia de todos vocês. Fiquem com Deus”, disse em vídeo no Facebook.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Facebook


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
SP concentra 40% dos feminicídios com 200 mortes, diz estudo do Observatório de Segurança