Inspiração

Whindersson Nunes quer pagar tratamento psicológico de criança que abortou após estupro

Redação Hypeness - 17/08/2020 | Atualizada em - 18/08/2020

O caso da menina de 10 anos que ficou grávida após anos de abusos provocados por um tio tem sido um dos assuntos mais comentados do Twitter nos últimos dias. Neste domingo (16), o comediante Whindersson Nunes usou a rede social para comentar o episódio e se prontificou a custear a assistência psicológica necessária à criança, que passou por um procedimento de aborto legal no mesmo dia. 

“Me preocupa o tanto de atrocidades que essa criança vai ouvir no decorrer da vida. Alguém da família entre em contato, quero ajudar com toda assistência psicológica até os 18 anos”, escreveu Whindersson.

– Luísa Sonza cita machismo após fim de casamento com Whindersson: ‘Tudo pra mulher é mais difícil’

Ele comentou ainda sobre o fundamentalismo religioso que tem acompanhado o caso nas redes sociais e que levou protestantes pró-vida para até a porta do hospital onde a criança realizou o aborto legal. A Terra devia estar em paz com tantos Jesus, tantos imaculados”, disse Whindersson. 

– Felipe Neto diz no ‘Roda Viva’ que errou com impeachment e que Brasil não precisa de ‘salvador da pátria’

Whindersson quer pagar o atendimento piscológico da criança

Já o youtuber Felipe Neto, se colocou a disposição para pagar os estudos da criança até o fim da faculdade. “Não consigo parar de pensar na menina. Alguém da família, por favor, entre em contato pelo email da minha bio. Eu me disponho a arcar com todos os custos de educação dela até o fim da faculdade. Num mundo de injustiças e desigualdades, que ela possa receber a melhor arma possível”, escreveu no Twitter.

– Luísa Sonza e Whindersson Nunes se separam: ‘Decidimos não ter mais uma vida de casal’

O crime de Sara Giromini 

O nome da criança e o local onde ela se encontrava foram divulgados pela militante bolsonarista de extrema direita Sara Fernanda Giromini, conhecida como Sara Winter, o que levou religiosos ao local. Depois que foram estes expulsos, um outro tipo de protesto ocorreu:  feministas se reuniram na porta do hospital para prestar apoio à vítima e garantir que o procedimento, respaldado pela lei, pudesse ocorrer em segurança.

– Duas acusações de estupro e uma de tentativa contra Prior reacendem debate sobre machismo no ‘BBB’

View this post on Instagram

@forumdemulherespe Mulheres foram para a porta do hospital onde a menina de 10 anos (estuprada pelo tio e grávida) estava realizando seu procedimento e expulsaram os fundamentalistas religiosos. “… Na vida de uma criança de 10 anos que vem sendo estuprada há 4 anos por um tio. Essa criança, depois de ser violentada, engravidou fruto desse estupro. E os fundamentalistas (religiosos) estão aqui pra dizer que a vida dela não importa. Pra colocar a vida de uma menina de 10 em risco. Nós estamos aqui, no contexto de pandemia, respeitando o isolamento social, usando máscara, para dizer que nossas vidas importam, e que a vida dessa menina estuprada importa para toda a sociedade. O aborto legal é um direito. Não vamos abrir mão disso. Não vamos abrir mão da vida de uma menina de 10 anos. Gravidez forçada é tortura. Gravidez aos 10 anos é morte. É por isso que a gente vai dizer e vai repetir. Aborto legal, seguro e gratuito para não morrer. Pela vida das meninas e das mulheres. Legaliza! O corpo é nosso! É nossa escolha! É pela vida das mulheres!”

A post shared by May Fanucci (@empodereduasmulheres) on

E aconteceu. O aborto foi realizado em segurança e a criança passa bem. A paciente foi transferida para outro estado depois de ter seu direito negado no Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes (Hucam), no estado do Espírito Santo, onde mora.

No Brasil, por lei, o aborto descriminalizado em casos de gravidez decorrente por estupro e em casos onde há risco de vida para a mãe ou anencefalia do feto. No caso da vítima de 10 anos, os dois primeiros critérios se encaixam em sua situação, mas o procedimento precisou ser levado à Justiça para que fosse realizado.

Publicidade

Foto: Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.