Ciência

Coronavírus: 2ª onda parece realidade inevitável com alta de infecções diárias

por: Redação Hypeness

O último domingo, dia 13, registrou o maior número de novos registros de Covid-19 no mundo desde o começo da pandemia: 308 mil notificações. O valor superou os 307 mil casos confirmados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) no dia 6 de setembro. Apesar da tendência de queda durante a semana — no dia 15 foram registrados 239 mil novos casos a nível global, a segunda onda de contaminação se torna cada vez mais real. 

Epidemiologistas alertam que a primeira onda de coronavírus não acabou e está ficando pior

Testes rápido de Covid-19 aparecem lado a lado. Foto foi tirada na Índia.

Dados do portal da OMS mostram que as mortes por Covid-19 já somam mais de 930 mil. Estados Unidos, Índia e Brasil lideram o ranking de infectados confirmados entre os países. A tendência de alta no país asiático é a mais preocupante entre os três: apenas no último dia 15 foram confirmados mais de 83,8 mil novos casos. Enquanto isso, EUA e Brasil registraram 35,1 e 14,7 mil, respectivamente. 

Médico da USP diz que coronavírus pode ser ‘ensaio’ para pandemia mais grave: ‘Matar bilhões’

No Brasil, assim como nos EUA, há uma tendência de queda, mas ela não pode ser confundida com o fim da doença. O número de mortes por dia no país ainda circula por volta de mil vítimas, o que é extremamente alto. Isso poderia indicar que a primeira onda, na verdade, nem acabou de verdade. Na última semana, a média móvel de mortes diárias ficou em 813 em território nacional.

Em 16 de setembro, o Brasil havia confirmado 4,3 milhões de casos de Covid-19.

A situação na Europa já é diferente quanto à segunda onda. Alguns países têm registrado aumento no número de casos, o que fez governos locais voltarem a adotar medidas mais restritivas de isolamento social. A Espanha, por exemplo, teve em junho e julho meses melhores que os anteriores, mas a tendência de alta voltou a aparecer desde o começo de agosto. O mesmo acontece na Alemanha, embora o aumento seja bem mais tímido e os números estejam bem menores do que os da primeira onda, em abril. 

Coronavírus: mortes em casa sobem até 150% e revelam cenário caótico da pandemia

Gráfico, de 16/09, mostra a situação da Covid-19 na Espanha.

Publicidade

Foto 1: Getty Images / Fotos 2 e 3: Organização Mundial da Saúde


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Uma singela investida na jardinagem pode ser mais eficiente que 8 sessões de meditação