Inspiração

Ludmilla quebra recorde no Spotify e reforça protagonismo de mulheres negras

por: Redação Hypeness

Ludmilla não para. A cantora de 25 anos se tornou a primeira mulher negra e latina a alcançar a marca de um bilhão de streams no Spotify. O feito foi muito celebrado pela dona do hit “Favela Chegou”, que agradeceu aos fãs e a todos aqueles que apoiaram o seu trabalho desde o começo, quando ainda era chamada de MC Beyoncé. 

Ludmilla revela quando se descobriu bissexual e lança pagodes para quarentena

Eu pisquei e vocês me deram um presente incrível: chegamos a marca de 1 BILHÃO DE STREAMS! A todos os meus fãs, muito obrigada do fundo do meu coração, vocês me fizeram chegar até aqui e são vocês que me impulsionam a fazer cada dia mais e melhor. Eu tenho os melhores fãs do mundo”, escreveu em uma publicação no Instagram. No vídeo, a cantora relembrou músicas marcantes da carreira. 

Ludmilla fala sobre vergonha e que se sentiu melhor ao assumir sexualidade para mãe

Lud também fez uma breve retrospectiva e contou sobre quando começou a carreira. “Quando comecei a cantar, aos 15 anos, fazendo shows em cima de cadeiras – pq não tinha palco para me apresentar – jamais poderia imaginar que eu teria milhões de visualizações, muito menos que chegaria a um bilhão.”

Para uma mulher preta, que veio da baixada, isso é muito. E saber que sou a primeira negra latina a fazer isso só me impulsiona e me lembra que, sim, somos possíveis e cada vez mais estamos sendo mais e mais possíveis.

Ludmilla é vítima de racismo mais uma vez e criminoso sugere chicotadas

View this post on Instagram

Eu pisquei e vocês me deram um presente incrível: chegamos a marca de 1 BILHÃO DE STREAMS? A todos os meus fãs, muito obrigada do fundo do meu coração, vocês me fizeram chegar até aqui e são vocês que me impulsionam a fazer cada dia mais e melhor. Eu tenho os melhores fãs do mundooo❤️ Quando comecei a cantar, aos 15 anos, fazendo shows em cima de cadeiras – pq não tinha palco para me apresentar – jamais poderia imaginar que eu teria milhões de visualizações, muito menos que chegaria a um BILHÃO. Pra uma mulher preta, que veio da baixada, isso é muito. E saber que sou a primeira negra latina a fazer isso só me impulsiona e me lembra que, sim, somos possíveis e cada vez mais estamos sendo mais e mais possíveis. Meu Deus, muito obrigada!

A post shared by Ludmilla (@ludmilla) on

 

Publicidade

Fotos: Instagram/@ludmilla


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Barbie lança boneca de Susan B. Anthony, sufragista e 1ª mulher a votar nos EUA