Debate

Médica picada por jararaca diz que reaprendeu a falar e que pretende voltar às cachoeiras

por: Redação Hypeness


A médica Dieynne Saugo, picada por uma jararaca enquanto aproveitava uma cachoeira, afirmou que está 100% recuperada do incidente. A jovem ficou mais de duas semanas sem falar e teve de fazer diversas cirurgias, mas mesmo assim pretende voltar às cachoeiras. Ela, em participação no programa ‘Encontro’, pontuou ainda que o incidente, bastante grave, poderia ter acontecido com qualquer um.

A vida da médica de 33 anos mudou no dia 30 de agotso em Nobres, cidade 151 km distante de Cuiabá (MT). Dieynne foi picada pela jararaca três vezes até ser socorrida e transferida ao Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde ficou internada até a sexta-feira (18). Além do susto com a cobra, a profissional de saúde ainda teve covid-19 durante a internação.

– Homem é picado no pênis por cobra píton enquanto estava sentado no vaso sanitário

Médica foi picada no rosto, no pescoço e no braço, em um acidente inédito na história do parque em que estava

“Eu pretendo voltar às cachoeiras, porque é algo que eu amo. É o habitat deles [dos animais]. Não existe azar, não existe sorte. É um acidente. Podia ter sido com qualquer pessoa”, afirmou a médica em entrevista ao programa exibido pela TV Globo. Mais do que um ato de coragem, Dieynne Saugo demonstra amor e compreensão ao meio ambiente e uma de suas principais características, a imprevisibilidade.

– Homem brinca com cobra coral em vídeo, é picado e morre na Bahia

“Eu sempre estive muito positiva. Falo que, quando a gente tem fé, não existe nada que pode ser superior a ela. O medo é uma reação normal, todo ser humano sente, ainda mais em um caso tão grave. Mas o tempo inteiro eu repetia para mim mesma que sou forte, que ia vencer essa batalha”, completou. Segundo o Parque SESC Serra Azul, essa foi a primeira vez que um incidente dessa natureza aconteceu na região.

– Besouro escorpião que pica e é venenoso é encontrado no Brasil pela primeira vez

Confira uma postagem de Dieynne explicando como foi a recuperação:

View this post on Instagram

Muitas pessoas me perguntaram onde foram as picadas, então fiz esse carrossel com fotos pra mostrar pra vocês. ? A primeira picada foi na região submentoniana , por isso essa região está inchada e com hematoma (1* foto). Em decorrência do grande edema que se formou, os médicos optaram por fazer uma cirurgia de traqueostomia, pois através do exame de Tomografia constatou que havia 70% de comprometimento das vias aéreas. Após a cirurgia tive um sangramento intenso e precisei receber transfusão sanguínea, mesmo assim não controlou. Por isso decidimos transferir para um hospital onde houvessem melhores recursos. ? A 2* e 3* picadas foram na mão esquerda, que levou à uma Síndrome compartimental com compressão dos nervos mediano, radial e ulnar. Precisei fazer fasciotomia, um procedimento cirúrgico no qual a fáscia é cortada para aliviar a pressão e tratar a perda de circulação em uma área de tecido ou músculo. A fasciotomia foi necessária para salvar o membro, pois havia o risco de necrose muscular ou até mesmo amputação. Há 2 dias fiz a cirurgia para fechamento da fasciotomia – sem complicações ? As 2 últimas fotos foram tiradas hoje! Perceberam como melhorou? ☺️ “Em verdade vos digo: se tiverdes fé e não duvidardes, não só fareis o que fiz com a figueira, mas também, se disserdes a montanha: ‘Arranca-te daí e joga-te no mar’, acontecerá. Tudo o que na oração, pedirdes com fé, vós o recebeis” ( Mt 21, 21-22) Desejo a todos vocês uma FÉ INABALÁVEL ? #deusébomotempotodo #deusnocomando #deusnocontrole #deusédeus #ibelieveinmiracles #milagre #meninadosolhosdedeus #abençoada #iluminada #blessed #mariapassanafrente #espíritosanto

A post shared by ✨ Dra. Dieynne Saugo ? Dra Fit (@dradieynne) on


Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Entregador é vítima de racismo: ‘esse preto não vai entrar no condomínio, manda chamar um branco’