Sustentabilidade

Pantanal: incêndio ameaça maior concentração de onças do mundo. Animal volta a andar após células-tronco

por: Redação Hypeness

Patrocinado por: Raízen

Os incêndios sem controle no Pantanal fizeram novas vítimas, as onças-pintadas. O fogo que se espalhou entre o Mato Grosso do Sul e o Mato Grosso atingiu o parque que contém a maior reserva da espécie no mundo. A tendência é que a situação piore sem intervenção intensa das autoridades. Foi anunciado na quarta feira (9), uma onça resgatada do incêndio com as quatro patas queimadas está se recuperando e voltou a caminhar graças a um tratamento com células-tronco.

– Pantanal perde 12% da vida em incêndio descontrolado e jaguatirica é novo animal a ser sacrificado

Onça se recupera de queimaduras no DF após incêndios no Pantanal

A onça, que está sob os cuidados do Instituto de Preservação e Defesa dos Felídeos da Fauna Silvestre do Brasil em Processo de Extinção (Nex), foi encontrada com as patas danificadas e corria risco de vida. A recuperação como foi dito anteriormente, aconteceu com agilidade por causa do tratamento com céuluas tronco. Isso quer dizer que esse anjinho, talvez, possa voltar para a natureza em breve.

– Pantanal arde em chamas e registra crescimento de 200% nas queimadas

“Ela está muito bem, bem mais ativa do que estava. Está se alimentando bem, voltou a caminhar, levanta com as quatro patas, apesar de estar com as botas, ela troca os passos sem problema algum e não arrasta as patinhas”, disse Thiago Luczinski, especialista do Nex ao G1.

“É difícil prever o tempo para a melhora total, isso vai depender muito da evolução dela, a gente está dando todo o suporte que ela precisa e vai dela essa evolução. Não é possível ainda fechar uma data, como daqui um mês ou dois meses. O que dá pra falar é que a recuperação dela está sendo muito boa”, completa.

Fogo no pantanal coloca diversas espécies endêmicas em risco

Agora, com a chegada do fogo no Mato Grosso, a maior reserva de onças do mundo está em risco. O Parque Estadual Encontro das Águas, em Porto Jofre, na cidade de Poconé, a pouco mais de 100km de Cuiabá, foi atingido pelas chamas de origem criminosa e, agora, o animal símbolo do Brasil está em risco graças a ação de ruralistas.

– Pantanal: homem se desespera ao encontrar anta queimada em rio: ‘Que nojo de vocês’

“Esse fogo vem queimando há muito tempo no Mato Grosso do Sul e o rio Piquiri divide os estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e quando esse fogo pulou o rio, já pegou o parque, e começou a queimar o parque. Agora esse fogo vai se encontrar com o fogo da Transpantaneira também. Esse fogo vai se encontrar. E já está queimando”, afirmou o guia de ecoturismo Ailton Lara, dono de uma pousada em Porto Jofre, ao site O Eco.

Publicidade

Fotos: Foto 1: Nex Foto 2: © Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Wagner Moura e Greenpeace unem forças contra indústria da carne em animação impactante