Sustentabilidade

Pantanal perde 12% da vida em incêndio descontrolado e jaguatirica é novo animal a ser sacrificado

por: Yuri Ferreira

Patrocinado por:
Notice: Undefined index: facebook_titulo in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/single.php on line 90

Os recentes incêndios descontrolados na região centro-oeste do país causaram uma perda estimada de 12% do Pantanal. Segundo exames periciais, tratam-se de queimadas propositais causadas por fazendeiros da região. Devido aos incidentes, uma jaguatirica, que estava em estado grave de saúde, foi sacrificada pelo Posto de Atendimento Emergencial a Animais Silvestres da Secretaria Estadual do Meio Ambiente do Mato Grosso do Sul.

O animal foi encontrado em estado grave nas margens do Rio Pixaim. Com as quatro patas queimadas devido aos incêndios na região, o animal não resistiu e teve de ser sacrificado. Outras grandes vítimas dos crimes ambientais são os répteis. Segundo reportagem do G1, répteis dificilmente conseguem fugir dos incêndios florestais, assim como os tamanduás. As araras azuis, comuns na região, também estão em risco por colocarem seus ovos em árvores, consumidas pelo fogo.

– Pantanal arde em chamas e registra crescimento de 200% nas queimadas

Incêndios no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul não estão sendo controlados e já levaram 12% do Pantanal

Segundo dados do Laboratório de Aplicações de Satélites Ambientais divulgados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), o Pantanal perdeu 12% da sua área devido a queimadas entre janeiro e agosto de 2020. Um aumento de 1800% nos focos de incêndio foi notado entre agosto de 2019 e 2020. Depois dos trágicos incêndios na Amazônia em 2019, há um novo bioma em risco.

– Como Ricardo Salles, com pedido de afastamento pelo MPF, degradou ainda mais o meio ambiente

Segundo climatologistas, a tendência de seca na região pode piorar a situação e poucas medidas foram tomadas pelo governo federal – com exceção de onze aviões com água para conter o fogo. Comunidades indígenas também estão em risco em meio às queimadas.

Pequena Jaguatirica foi vítima dos incêndios no Pantanal

“A Secretaria estadual do Meio Ambiente tem tecnologias suficientes para identificar minuto a minuto o que acontece no estado de Mato Grosso. Uma região de incêndios dessa nós recuperamos as imagens do Sistema Planet, e nós vamos ter imagens que podem demonstrar quando o fogo começou, aonde ele começou, em que ponto começou”, afirmou o órgão do governo estadual. Segundo perícia da Polícia Militar Ambiental, os incêndios tem origem proposital e criminosa.

– arimpeiros avançam e desmatamento em terras indígenas aumenta 59% durante a pandemia

Veja algumas imagens do que acontece no nosso centro-oeste:

Publicidade

Fotos: Divulgação/Governo Estadual do Mato Grosso do Sul


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.


X
Próxima notícia Hypeness:
Estudo descobre 1,8 bilhão de árvores no deserto do Saara e no Sahel