Debate

Advogada de globais que denunciaram Marcius Melhem vem a público: ‘trancava e agarrava à força’

por: Karol Gomes

Ex-diretor e responsável pelo departamento de humor da emissora, Marcius Melhem está sendo acusado de assédio sexual. As primeiras denúncias vieram de mulheres anônimas mas, no fim do ano passado, o caso chamou a atenção da imprensa por causa de uma nova denúncia, que partiu da atriz Dani Calabresa. 

Em agosto, Melhem rompeu seu contrato com a Globo após 17 anos de casa sem maiores explicações, tampouco comentários sobre as acusações que circulavam na mídia. Neste sábado (24), a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, publicou uma entrevista com a advogada criminalista Mayra Cotta, representante das vítimas e testemunhas no processo de compliance, que provocou uma reviravolta no caso.

– Gravações do caso Robinho vazam e confirmam ausência de consentimento

As atrizes que formalizaram as acusações no departamento de compliance da TV Globo concordaram que a advogada desse a entrevista. Segundo Cotta, elas estão insatisfeitas com a falta de punição de Melhem.

– Paulo Vieira desabafa após fim de humorísticos da Globo: ‘preciso ficar longe das corporações, da Zona Sul’

A advogada revelou ainda detalhes das agressões do diretor, que trancava, agarrava e tentava beijar mulheres à força. A reportagem finalmente chamou atenção de Melhem e o forçou a se pronunciar sobre as acusações. No Twitter, ele afirmou estar “disposto a reconhecer meus erros, pedir desculpas e, se possível, reparar pessoas que de qualquer forma eu tenha magoado”.

– Jornalista da Globo relata abuso em ônibus em livro sobre cultura do estupro​

O humorista Marcelo Adnet, que foi casado com Calabresa entre 2011 e 2017, vinha sendo cobrado na internet para se posicionar e que chegou a dizer, no programa Roda Viva (TV Cultura), que desconhecia as acusações. Depois da publicação de Bergamo, ele publicou em seu Twitter: “Todo meu apoio e solidariedade às vítimas”.

Na tarde deste domingo (25), Dani Calabresa veio a público se manifestar. Ela também usou sua conta no Twitter para postar uma foto com a mensagem: “Os inícios só acontecem quando você arrisca. Vai sem medo e se o medo bater, vai mesmo assim”. E completou com a afirmação de que “fazer o certo requer coragem”.

– Tadashi Kadomoto: ‘guru da meditação na pandemia, é acusado de estupros

Já a emissora Rede Globo afirmou, também à coluna de Bergamo, que “não tolera comportamentos abusivos em suas equipes” e que o caso de Melhem foi apurado criteriosamente.

Publicidade

Foto: Reprodução / Rede Globo


Karol Gomes
Karol Gomes é jornalista e pós-graduada em Cinema e Linguagem Audiovisual. Há cinco anos, escreve sobre e para mulheres com um recorte racial, tendo passado por veículos como MdeMulher, Modefica, Finanças Femininas e Think Olga. Hoje, dirige o projeto jornalístico Entreviste um Negro e a agência Mandê, apoiando veículos de comunicação e empresas que querem se comunicar de maneira inclusiva.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
STF não reconheceu lei de PMs temporários no RS; assassino de Beto no Carrefour, oficial fazia bico em loja