Inspiração

Antes e depois: histórias inspiradoras de quem venceu a luta contra as drogas

por: Redação Hypeness

Kevin Alter passou uma década da sua vida mergulhado nas drogas. Dos 17 aos 27 anos, ele lutou contra o abuso de substâncias tóxicas e, quando conseguiu se livrar do vício, percebeu que queria criar um espaço para inspirar outras pessoas que estivessem precisando de forças para fazer o mesmo. Foi assim que ele começou o projeto “The Addict’s Diary” (“Diário de um Viciado”, em tradução livre).

Fotógrafo retrata usuários de diferentes drogas pra mostrar como elas afetam seus cérebros

Kevin Alter

O antes e depois de Kevin Alter, criador do “Addict’s Diary”.

Quando fiquei limpo, percebi que havia um equívoco geral sobre o viciado. Eu queria mudar isso, então fiz o meu melhor para humanizar o vício. Queria que as pessoas nos vissem como realmente somos.A parte boa, a parte má e a parte feia. Eu queria quebrar o estigma, inspirar pessoas, educar alunos e salvar vidas com o toque de um teclado. Decidi levar o leitor comigo em minha jornada”, escreveu em seu site.

Artista usa 20 drogas diferentes e cria ilustrações para mostrar o efeito de cada uma

Veja alguns relatos inspiradores que já passaram pela plataforma criada por Kevin:

Meu nome é Emerald. No último ano do meu vício em heroína e metanfetamina, morei em quartos de motel e abrigos. Ambos os meus filhos foram tirados de mim. Eu era apenaso rascunho de um ser humano. Hoje, estou há um ano e nove meses sem drogas! Tenho a custódia de meus dois filhos e encontrei paz pela primeira vez na vida. Com toda a polarização que há no Facebook atualmente, compartilhe isso para que todos saibam que a recuperação é possível!

Há alguns meses, Shaun Weiss foi preso e indiciado por conta de drogas. Ele era o Goldberg no nosso filme favorito da infância, “The Mighty Ducks”. Tenho certeza de que você se lembra disso, porque as imagens de sua queda viralizaram. Todos mal podiam esperar para compartilhar o quanto ele havia caído. Bem, agora ele tem mais de 200 dias sóbrio e um sorriso novo.” 

Esse sou eu 613 dias atrás, quando eu dei entrada na clínica de reabilitação. Eu estava física, mental e espiritualmente quebrado. Eu perdi tudo e achei que a morte era o que eu merecia. 613 dias depois, eu estou sóbrio e limpo e só olho para trás para aprender com a lição que o meu vício me trouxe.

Nós tínhamos dois meses de relacionamento quando ela me encontrou tendo uma overdose no chão do banheiro. Isso faria a maioria das mulheres correr, mas ela ficou ao meu lado. Ela segurou minha mão enquanto um ventilador colocava ar em meus pulmões. Ela segurou minha mão enquanto eu lutava pela minha vida. Ela me amou antes que eu soubesse o que era amor. Ela me amou antes de eu me amar. Eu a coloquei no inferno por um ano, mas ela nunca foi embora. Estamos juntos há seis anos. O primeiro ano foi terrível, mas nos últimos cinco, eu estive sóbrio. Ontem, segurei sua mão e a pedi para ser minha esposa. Ela disse sim!

Meu nome é Jorden e sou um viciado. Usei heroína e metanfetamina nos últimos dez anos da minha vida. Para ser breve, minha incapacidade de lidar com a vida me levou a uma agulha e uma colher. Vivi em completa miséria e abandono por anos, sentindo pena de mim e usando qualquer pessoa que pudesse para conseguir minha próxima injeção de droga. Tive várias overdoses e muitas outras situações de risco de vida como resultado do meu vício. Vivi sem-teto por anos e minha família não sabia mais o que fazer comigo. Também estive em tratamento oito vezes, em todas as vezes, eu nunca me rendi totalmente a nenhum tipo de programa ou novo estilo de vida. Uma coisa que fiz foi nunca parar de tentar. Fiz tratamento ordenado judicialmente pela oitava vez em 1º de janeiro de 2020. Lembro-me de estar com dor de estômago e ter que tentar fazer isso de novo. Quanto mais eu ficava e realmente fazia algum esforço, as coisas começaram a mudar. Comecei a perceber que as drogas nunca eram o problema, meu pensamento e minha reação às drogas eram o problema. Hoje estou limpo há seis meses e estou impressionado com o quão melhor minha vida ficou. Eu tenho dias ruins, mas costumava ter meses e anos ruins. Há muitas pessoas que provavelmente estão esperando que eu tenha uma recaída e têm boas razões para isso. Eu finalmente cheguei ao ponto em que sou grato hoje por não ter que pegar ou colocar algo em mim quando a vida ficar difícil. Se eu posso fazer isso, você também pode.

A mudança é possível. Que bom que finalmente decidi pedir ajuda. por favor, se você ou uma pessoa querida está lutando contra o vício, procure ajuda! Nunca é tarde demais!

Isso é a realidade. À esquerda, estou fugindo da polícia, viciada em heroína e sendo presa. Eu odiava minha vida. Eu me odiava. Eu queria morrer. Em alguns dias, eu queria apenas ter uma overdose e acabar com tudo. Talvez então eu parasse de decepcionar todo mundo e machucar todo mundo que amo. Eu sentia que não tinha nada pelo que viver. Eu não comia por dias a fio. Eu roubaria dinheiro, comida e qualquer coisa para conseguir a próxima droga. A maioria dos meus amigos e família desistiu de mim. Entrei e saí da reabilitação várias vezes. Acabei fugindo, deixando o estado e fugindo da polícia. Tudo estava fadado a acabar um dia. Ninguém pode viver assim para sempre. Eventualmente, acabei ficando grávida. Quando descobri, chorei horas a fio. Como eu deveria cuidar de um bebê quando não conseguia nem cuidar de mim mesma? Lutar contra o vício tem sido uma das coisas mais difíceis que já fiz em toda a minha vida. Eu acredito que Deus sabia que eu precisava de algo maior do que eu para acreditar, e é por isso que ele me trouxe minha filha. Ela me deu algo em que acreditar, algo pelo qual lutar. Ela salvou minha vida e agora estou comemorando pouco mais de dois anos limpa!

Publicidade

Fotos: Unsplash


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Casal descobre enfrenta junto o câncer em Ribeirão: ‘câncer fala mais de vida que de morte’