Debate

Caio Ribeiro é repreendido ao vivo por Cleber Machado após defender Robinho

por: Yuri Ferreira

O debate em cima do caso Robinho continua dentro do jornalismo esportivo. No último Bem Amigos, na segunda-feira (19), o narrador Cleber Machado repreendeu o comentarista Caio Ribeiro, que defendeu Robinho na última sexta-feira. Caio tinha afirmado que era importante dar o benefício da dúvida ao jogador, que foi condenado em primeira instância na Justiça Italiana por estupro coletivo.

– Juíza italiana revela violências de Robinho contra vítima de estupro

Caio foi repreendido por Casagrande, Cléber Machado e Paulo Cesar Vasconcellos

Caio foi voz única no debate da Globo em favor da defesa de Robinho. Na própria sexta-feira, as transcrições sobre o caso já haviam sido publicadas pela próprio Globo na imprensa, mostrando que a relação sexual entre Robinho e a jovem albanesa era não consensual.

“A gente não tem todas as informações, então vamos esperar. Quem tem que julgar é a Justiça para decretar se ele é inocente ou culpado. Isso é a primeira coisa e a minha forma de analisar os fatos. Acho um assunto super delicado e fico muito chateado porque conheço o Robinho. Torço ainda pela absolvição dele. O Robinho que eu conheço, que tem três filhos e é casado, eu nunca imaginei que faria isso”havia afirmado Caio.

– A indefensável defesa de Robinho de volta ao Santos após condenação por estupro; relembre o caso

O primeiro membro da comunidade do jornalismo esportivo a se posicionar contra a afirmação de Caio Ribeiro foi Neto, apresentador de diversos programas do grupo Band e ex-jogador do Corinthians. Desafetos há um bom tempo, Craque Neto foi incisivo contra Caio e ainda aproveitou para demonstrar solidariedade os jornalistas que foram atacados por sua posição no caso:

– Caso Robinho: jornalistas da Globo tem número vazados e sofrem ataques

Na própria sexta-feira, uma fala de Casagrande, também ex-jogador e companheiro de Globo, contrapôs o que Caio diria posteriormente. “Essa negociação não devia nem ter começado. Foi bom pra mostrar que o futebol faz parte da sociedade, não é um universo separado. Tem que parar de aceitar sacanagem como coisa normal. Lamento muito que tenha que ter pressão dos patrocinadores para o Santos rescindir o contrato. Não vou defender o Robinho de forma nenhuma, neste momento ele é um condenado na justiça italiana. Não tem como defender esse tipo de situação“, afirmou Casão:

Por fim, na última segunda-feira, Cleber Machado – que costumeiramente se mantém isento nos debates – reforçou que “ter filhas mulheres” não deveria ser o condicionante ao falar de um caso de violência sexual, após Caio ter assumido o erro em seu posicionamento. Veja o vídeo:

Publicidade

Fotos: Reprodução/Globo/Sportv


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
A importância do movimento de mulheres na construção do SUS