Diversidade

Coletivo de mulheres oferece oficinas gratuitas de iorubá e guarani

por: Redação Hypeness

Mulheres da Coletiva Tear & Poesia de Arte Têxtil – Preta Nativa organizaram oficinas gratuitas e online sobre noções de guarani, língua indígena brasileira, e de iorubá, idioma de países do oeste africano. Além de aulas introdutórias de ambas as línguas, o coletivo também oferecerá aulas de grafismos indígenas e africanos durante os meses de outubro e novembro de 2020.

Segundo informações da “Folha de S.Paulo“, as oficinas integram o projeto “Pangeia Entre Elos – Palavra de Mulher“, que busca levar conteúdo ensinado principalmente a moradores de periferia, mas também os disponibiliza a quaisquer outros públicos.

– Brasil é nação construída em estupro de mulheres negras e indigenas por brancos europeus, aponta estudo

View this post on Instagram

Hoje, lançamos a quarta e última aula da introdução à língua e cultura yorubá 💚 . Queremos agradecer muito a todas as pessoas que estão acompanhando as atividades. Para nós, a migração das oficinas para o ambiente virtual foi um grande desafio que ainda estamos buscando superar. . Ainda este mês, teremos as aulas de introdução à língua e Cultura Guarani. Para participar, é só se inscrever no formulário disponível na bio. Em novembro, continuaremos nosso ciclo de formações com Oficinas de Grafismos Indígenas e Africanos. Divulgaremos mais informações em breve. . #Periferia #Yorubá #SMC #fcp4ed Esse projeto foi contemplado pela 4ª edição do Programa de Fomento à Cultura da Periferia da Cidade de São Paulo da Secretaria Municipal de Cultura.

A post shared by Tear & Poesia (@tearepoesia) on

“Por que há semelhança se os continentes são distantes? O assunto ainda está em estudo e, por enquanto, não há respostas concretas”, diz Rita Maria Carneiro, coordenadora da Coletiva, sobre os pontos de encontro entre as culturas nativas brasileiras e as africanas, segundo a “Folha”.

As aulas das oficinas são gravadas e duram 45 minutos cada. Com grande procura, as oficinas introdutórias aos idiomas guarani e iorubá tiveram as vagas esgotadas e aconteceram dos dias 5 a 13 de outubro e de 19 a 22 do mesmo mês, respectivamente.

Já as oficinas de grafismos indígenas e africanos ainda não tem data oficial para acontecer, mas ocorrerão durante o mês de novembro.

– Popular na Nigéria e Brasil, app ensina iorubá para crianças: “Que a diáspora africana aprecie sua origem”

O projeto tem o intuito de apresentar e de ressaltar a importância sociocultural das raízes linguísticas indígenas e africanas no Brasil.

Por meio de exemplos da influência tanto do guarani, quanto do iorubá no cotidiano artístico, culinário e religioso do país, as oficinas buscam fortalecer a memória e a ancestralidade dos povos originários dos brasileiros.

Para acompanhar novidades e mais informações sobre as oficinas, basta seguir o Instagram (@tearepoesia) e o Facebook da Coletiva, assim como acompanhar o site oficial da organização.

Publicidade

Fotos: Divulgação / Coletiva Tear & Poesia de Arte Têxtil - Preta Nativa


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Mãe de Miguel, Mirtes vai cursar direito para honrar memória de filho morto ao cair de 9º andar