Inspiração

Edital destina R$ 450 mil para apoiar 30 lideranças negras nas periferias

por: Redação Hypeness

Estão abertas as inscrições para o edital Caminhos, uma iniciativa do Fundo Alas, que pretende selecionar 30 lideranças negras e de origem periférica para receber até R$ 15 mil. A bolsa tem como objetivo capacitar e aprimorar a atuação dessas pessoas dentro do espaço que ocupam para serem objetos de transformação política, social e profissional. 

Afro Presença facilita inclusão de universitárias negras e negros no mercado de trabalho

Estudantes assistem a uma aula em Salvador, na Bahia.

Para se candidatar a uma das vagas, é preciso ter ao menos 20 anos e apresentar uma carta de recomendação de algum parceiro de trabalho, empresas, coletivos ou redes de apoio. fazer um cadastro por meio de um formulário na internet

Cada aspirante deve exercer atividades ou almejar cargos de liderança dentro dos seguintes campos: política institucional, empreendedorismo, mercado de trabalho, além de ações sociais, culturais ou artísticas. O dinheiro da bolsa poderá ser destinado ao financiamento de intercâmbios, cursos de idiomas, pós-graduação ou outros semelhantes. A data limite para a candidatura é em 4 de novembro. 

Magazine Luiza: reação após vaga exclusiva para negros prova que decisão foi acertada

Por trás do fundo está a Fundação Tide Setubal, uma organização não governamental que atua com o objetivo de promover a justiça social e o desenvolvimento sustentável em periferias urbanas. A ONG promove o edital em uma parceria com o Instituto Ibirapitanga e a Portucus América Latina. 

Negros são maioria pela primeira vez em universidades. IBGE aponta efeito das cotas

Iniciativas como o edital reconhecem as enormes desigualdades a que estão submetidas pessoas negras no Brasil e trabalham sobre essa distorção para criar possibilidades concretas para que essa população possa ter estrutura para acessar espaços usualmente ocupados pelas minorias brancas, que sempre detiveram o poder. Mostram também, para o campo da filantropia brasileira, como é importante centralizar o enfrentamento ao racismo em seus programas e que apoiar lideranças é mexer nas estruturas mais profundas e perversas da desigualdade da nossa sociedade”, diz Iara Rolnik, diretora de programas do Instituto Ibirapitanga.

 

Publicidade

Destaques: Unsplash // Foto 1: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Princesas da Disney ganham versão plus-size em manifesto contra ‘cultura da magreza’