Futuro

Fazenda futurista planeja cultivar e servir carne “impressa” no espaço sem ferir animais

por: Vitor Paiva

Se a reprodução dos sabores, da textura, da aparência e do aroma de carnes de origem animal não são mais limite para as empresas que produzem carne vegetal, muito em breve nem o próprio Planeta Terra será – é isso que pretende a startup israelense Aleph Farms com seu programa Aleph Zero: encontrar meios de produzir carne fresca e de qualidade em ambientes remotos e árduos, como a lua e até mesmo Marte. A ideia é permitir a ”criação” de carnes para quando o ser humano estiver em colônia fixa na lua ou explorando Marte por um longo período de tempo através das mais desenvolvidas tecnologias, sem sequer precisar de vacas propriamente.

O programa nasceu a partir do êxito da Aleph Farms em “imprimir” um bife com uma bioimpressora 3D na Estação Espacial Internacional em 2019: sem matar ou ferir um só animal, a partir células de vaca, um pequeno pedaço de tecido muscular foi impresso no espaço. Recentemente, a startup anunciou o desenvolvimento do conceito de “BioFarm”, ou BioFazendas, no espaço, para servir carne em colônias humanas extraterrenas. A ideia é prover “acesso incondicional à nutrição de alta qualidade em qualquer lugar, a toda hora, para todas as pessoas”.

Representação artística das “BioFazendas” da empresa em Marte © reprodução

A descoberta recente anunciada pela NASA de uma grande quantidade de água na Lua seguramente ajuda muito às possibilidades de desenvolvimento de alimentação e outras necessidades vitais para a construção e manutenção de uma colônia fixa no satélite – mas, ao mesmo tempo, já acendem alarmes a respeito da presença humana predatória. É fundamental, afinal, desenvolver sistemas sustentáveis para onde quer que seja o próximo passo da humanidade – a começar pelo nosso próprio planeta.

O mesmo vale para a aplicação dos avanços tecnológicos de empresas como a Aleph Farms: se a possibilidade de produção de carnes nutritivas e saborosas é uma bela notícia para astronautas, ela só faz sentido se for também aplicada para a trágica e imensa população faminta aqui na Terra.

Exemplos de carnes “impressas” pela Aleph Farms

 

 

Publicidade

© fotos: divulgação/reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.


X
Próxima notícia Hypeness:
Billie Eilish reúne milhares de versões de “Bad Guy” feita pelos fãs em um “vídeo infinito” através de plataforma de IA