Debate

Frente ampla ‘Cristãos Contra o Fascismo’ vai lançar 42 candidaturas pelo Brasil

por: Redação Hypeness

Em uma tentativa de unir ideais progressistas a setores geralmente associados ao conservadorismo, a Bancada Cristãos Contra o Fascismo irá concorrer às eleições municipais de 2020 com 42 candidaturas divididas entre os partidos PSOL, PCdoB, Rede, PDT, PT, UP e Cidadania em sete estados do Brasil. Com o intuito de preservar a democracia e superar intolerâncias, o movimento se apresenta como uma oposição a condutas de ódio manifestadas por alguns setores religiosos do país, principalmente por aqueles que fazem parte de alas ligadas à extrema-direita.

“Com as candidaturas que vencerem, seremos capazes de dar voz nas câmaras municipais a essa construção contra o fascismo”, diz Diana Brasilis, uma das candidatas da bancada em São Paulo, à “Revista Fórum“. “O fascismo se alimenta de desigualdade; quanto mais desigual, mais ele se enraíza. […] Fascismo não se combate, não se dialoga. Dialoga-se quando há espaço para o diálogo.”

– ‘Não se deve misturar ciência com religião’: Marcos Pontes responde vídeo de Damares

View this post on Instagram

ANA AZZEVEDO – PSOL/MG Faz parte da Bancada de Cristãs e Cristãos Contra o Fascismo Não é de hoje que o cristianismo foi capturado por uma postura e um discurso flagrantemente contraditórios aos ensinamentos de Jesus de Nazaré, sendo usado para justificar discursos autoritários e violentos, sustentar privilégios e negar direitos. Foi por isso que nós, Cristãos Contra o Fascismo, anunciamos ano passado que disputaríamos as eleições municipais de 2020. Essa necessidade surge no momento em que entendemos que não basta apenas denunciar as injustiças como movimento que somos, mas que é preciso uma política de enfrentamento dentro das esferas públicas de poder. Além de nos seguir nas redes sociais, siga também nossas pré-candidaturas, apoie, se envolva, participe dessa construção cristã, popular e antifascista. ✊ – – – Ana Azzevedo é pré-candidata pelo PSOL 50 em Ribeirão das Neves, MG. INSTAGRAM: @ana_azzevedo1981 #CristãosContraOFascismo #PSOL #PSOL50 #MG

A post shared by Cristãos Contra o Fascismo (@cristaoscontraofascismo) on

Segundo a entrevista de Diana, o movimento Cristãs e Cristãos Contra o Fascismo não tem interesse em trabalhar isolado, mas sim em articulação com outras frentes de propósitos similares. “A gente está sempre conectado, não tem como fazer as coisas sozinhos. Temos que nos unir com nossos irmãos e irmãs e isso é bom que aconteça porque encoraja a criação de outros movimentos.”

“O objetivo da Bancada das Cristãs e dos Cristãos Contra o Fascismo nasceu para que houvesse essa aproximação dos partidos de esquerda, porque a gente notou que, quando se fala de antifascismo, a esquerda consegue se aproximar. É um lugar de encontros, de luta. É aqui que a gente se encontra”, continua a ativista.

– Templo de religião que prega tolerância e respeito à diversidade tem cinco prêmios de arquitetura

“A frente ampla é uma ideia que precisa ser construída. Se ninguém está fazendo, nós estamos”, completa Diana, que também adiciona que o movimento surgiu em 2018, durante manifestações contrárias à candidatura do atual presidente do país, Jair Bolsonaro.

Mais informações e propostas estão disponíveis no Instagram oficial do movimento Cristãos Contra o Fascismo (@cristaoscontraofascismo) e também na página do Facebook.

View this post on Instagram

🎨 @atelie15 #CristãosContraOFascismo

A post shared by Cristãos Contra o Fascismo (@cristaoscontraofascismo) on

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Beijo entre menina de 13 famosa no TikTok e menino de 19 viraliza e levanta debate na web