Debate

Homem é preso por tentar vender terreno ao próprio dono, em Bertioga

por: Yuri Ferreira

Um homem de 35 anos foi preso em Bertioga após tentar vender um apartamento para o dono do próprio imóvel. Segundo a Polícia Civil, o homem falsificou diversos documentos para tentar conseguir a vida fraudulenta, mas não conseguiu pegar a vítima.

O homem de 47 anos viu o anúncio do imóvel em um site. A vítima encontrou o suposto golpista no terreno rural que seria vendido. Ele tinha colocado o preço de R$ 800 mil no imóvel que teria um valor de R$ 400 mil. O suspeito se apresentou como dono do pedaço de terra e garantiu que tinha a escritura e os IPTUs todos quitados. E então a vítima afirmou que o terreno era de sua família e os documentos eram todos falsos.

– Coronavírus abre espaço para golpistas que se passam por Datafolha para clonar WhatsApp; entenda e se proteja

Escrituras e IPTUs falsificados foram apresentados para vítima, que era dona do imóvel

Então, a polícia foi acionada e o suspeito foi acionado em flagrante. “Por uma coincidência muito grande, a vítima tem outros imóveis na cidade, e quando foi ver esse, constatou que o imóvel era dele e ficou assustado de ver a escritura falsificada. Imediatamente ele ligou na delegacia, eu atendi a ligação, e mandei uma equipe lá para tomar conhecimento do que estava acontecendo”, afirmou o delegado responsável pelo caso José Aparecido Cardia.

– William Bonner expõe falhas no sistema de auxílio na pandemia e denuncia fraude no CPF do filho

A recomendação de José Aparecido Cardia é que ao comprar quaisquer imóveis as pessoas fiquem atentas às documentações e confiram as escrituras em cartórios. Muitos golpes são aplicados e terrenos irregulares acabam sendo vendidos no Brasil.

As pessoas devem esgotar todas as pesquisas relacionadas a documentação em caso de compra de terrenos e casas. Devem buscar o cartório de registro de imóveis, certificar que a escritura é verdadeira. As vezes a sedução por um preço barato de um imóvel, que vale um preço mais alto e está sendo vendido por um valor muito abaixo, aguça a possibilidade da vítima sofrer um golpe. Essas escrituras, por exemplo, foram muito bem falsificadas, então fica registrado que preço barato não significa que está fazendo bom negócio”, reitera o delegado.

– Como funciona o golpe do vômito, que preocupa Uber nos EUA

As evidências de falsificação foram coletadas pelos policiais para avaliar se outras pessoas podem estar envolvidas no esquema de terrenos fraudulentos. Além disso, a Polícia Civil investiga se o homem não aplicou golpes dessa natureza anteriormente.

Publicidade


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Menina de 11 anos tem página invadida e sofre ameaças e ataques racistas