Viagem

O incrível lago na Áustria que todo ano cobre um parque com suas águas e em seguida “desaparece”

por: Vitor Paiva

Entre os tantos parques que revelam por todo o mundo a beleza de montanhas, águas, florestas e outros atrativos naturais, um lago na Áustria oferece um truque realmente especial ao visitante, como um passe de mágica: uma vez por ano o Grüner See aumenta seu volume de água em sete vezes, cobrindo todo o cenário ao seu redor, para em seguida voltar à sua dimensão normal – e revelar novamente os bancos, as mesas e os platôs à sua volta. O fenômeno sucede junto com as mudanças de temperatura, e se dá devido ao derretimento da neve nas montanhas próximas e, em seguida, pela evaporação da água.

© Steiermark Tourismus2

© Getty Images

© Steiermark Tourismus2

Localizado nas montanhas Hochschwab na região de Styria, próximo ao vilarejo austríaco de Tragöess, o Grüner See traz sua incrível coloração esmeraldina na tradução do nome – que quer dizer “Lago Verde”. Trilheiros, aventureiros e amantes da natureza costumam frequentar o ponto até meados de junho, quando a temperatura começa a subir com a primavera, e a elevação do nível do lago começa: em pouco tempo o local estará coberto por mais de 10 metros de água. Trilhas, pontes, bancos, árvores, tudo se transforma em um inacreditável parque submerso.

© Getty Images

E assim o Grüner See permanece até meados de julho, quando a evaporação começa a devolver o local aos visitantes. A origem alpina faz com que a água seja especialmente limpa e verdadeiramente gelada – não passando de 7 graus celsius. A coloração do lago é tão impactante – com transparência que oferece visibilidade de até cerca de 50 metros – que não por acaso o Grüner See é apelidado de “Caribe dos Alpes”.

© Getty Images

Para além do “truque” que o Lago Verde austríaco promove anualmente, a beleza do local realmente o transforma em uma atração natural estonteante – e um ponto turístico, o que costuma ameaçar a justa pureza que tanto atrai os visitantes. A fim de preservar a saúde das águas do Grüner See e impedir que se tornem poluídas, o departamento de turismo da região determinou em 2016 que todas as atividades aquáticas no lago são terminantemente proibidas: não é permitido mergulhar, nadar, praticar esportes ou cruzar o lago com barcos de nenhum tipo. Só nos resta, e é mais do que suficiente, admirar a beleza do local e a verdadeira mágica da natureza.

© ExclusivePix

Publicidade

© fotos: créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.


X
Próxima notícia Hypeness:
1º parque temático da Nintendo será inaugurado em 2021 com área dedicada a Super Mario