Viagem

Os incríveis e coloridos domos de sal das montanhas do Irã

16 • 10 • 2020 às 18:44
Atualizada em 19 • 10 • 2020 às 22:01
Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

Em um país repleto de grandes formações de sal, uma das mais impressionantes e belas “pedras” do tipo no Irã fica localizada na Cordilheira de Zagros – as mais altas de todo Irã e Iraque. Localizado em uma altitude de 1350 metros cobrindo uma área de mais de 3600 hectares, os Domos de Sal de Jashak se formaram no início da era Paleozoica. Com suas cores vibrantes e geometrias impressionantes, as formações  são de tal forma um tesouro iraniano que algumas vezes o governo do país tentou que os Domos fossem reconhecidos como Patrimônio da Humanidade.

As atrações nos Domos de Sal de Jashak são muitas: além da própria beleza das pedras, verdadeiras cavernas, repletas de estalactites e estalagmites, se formam através da dissolução do sal e de seu depósito no solo. Em temperaturas quentes e secas uma série de cachoeiras de sal também se forma, a partir da vaporização da água, fluindo entre as rochas e redesenhando os domos com o passar do tempo.

A variação de cores no sal dos Domos de Jashak se dá pela presença de minerais diversos, como pirita e flúor, tingindo as pedras em tons de vermelho, laranja, marrom, branco, amarelo, preto, azul e até rosa. Calcula-se que existam mais de 115 domos de sal somente no sul do Irã, especialmente nas províncias de Hormozgan e Bushehr

As fotos foram postadas na página The Divine Moon, no Facebook.

Publicidade

Canais Especiais Hypeness