Empreendedorismo

Projeto salva restaurantes em dificuldades transformando funcionários em proprietários

por: Vitor Paiva

Em um cenário generalizado de crise como o provocado pela atual pandemia, empresas privadas de investimento muitas vezes enxergam estabelecimentos beirando a falência como uma oportunidade de negócio – e o que pode ser uma boa notícia para os proprietários de restaurantes, por exemplo, torna-se um pesadelo para seus funcionários, que muitas vezes são afastados pela nova administração. O projeto Main Street Phoenix, porém, age no sentido contrário: busca oferecer suporte financeiro para que restaurantes afetados pela Covid-19 não fechem as portas nem mandem seus funcionários embora. Para tal, muitas vezes a iniciativa adquire o negócio e estabelece uma parceria de propriedade como os próprios funcionários, como em uma cooperativa.

“Fechado por conta do Coronavírus”

A ideia nasceu para ajudar os mais afetados a contornarem a crise econômica nascida a partir da pandemia, como uma maneira original de contornar uma situação nova. O modelo de negócios do Main Street Phoenix Project procura não só estabelecer os funcionários como proprietários, mas também utilizar o êxito de outros restaurantes como meio para reduzir os riscos. “Ao colocar novo capital na mesa, a partir de investidores alinhados à missão, nós podemos adquirir negócios por um valor significativo, contratar de volta os trabalhadores, coloca-los na posição de proprietários, e direcionar toda a entrada de capital e o lucro em benefício dos trabalhadores”, diz Jason Wiener, advogado e um dos parceiros da empreitada.

No momento os parceiros da Main Street Phoenix estão levantando capital para adquirirem cerca de 25 restaurantes nos próximos dois anos – com foco em estabelecimentos familiares, com proprietários em idade avançada, que desejem se aposentar, ou que estejam em risco de fechamento pela pandemia. O projeto irá atuar inicialmente na região da cidade de Denver, no estado do Colorado, nos EUA, mas a ideia é que novas parcerias possam exportar o modelo para outras regiões do país – a fim de salvar pequenos negócios e seus funcionários, e devolver um pouco do valor humano à economia. “Nesse momento difícil, vemos um capitalismo desastroso, no qual grandes empresas de investimento compram terrenos e negócios visando somente o lucro”, diz Wiener. “Nós pretendemos colocar uma estratégia de recuperação dos negócios centrada no trabalhador”.

Para saber mais sobre a iniciativa e seu modelo, acesse o site do Main Street Phoenix Project aqui.

Publicidade

© fotos: Getty Images


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Reality show apresentado por Alex Atala conta história de restaurantes especiais em SP