Ciência

Reinfecção por Covid-19 mais grave que 1ª e pausa em testes de vacina por doença inexplicável preocupam na corrida pela imunidade

por: Redação Hypeness

O número de casos confirmados de reinfecção por covid-19 está aumentando ao redor do mundo, com evidências de reinfecções nos EUA, no Brasil e na Europa. Em um desses casos, o jovem de 25 anos teve sintomas mais graves na segunda vez que teve a doença do que na primeira.

Em outra mão (que também dialoga com a busca pela imunidade da doença), a Johnson & Johnson estava desenvolvendo uma vacina em fase 3 – em que milhares de pessoas são vacinadas para prever efeitos colaterais -, mas um dos voluntários acabou desenvolvendo uma ‘doença inexplicada’ e isso fez com que os testes fossem suspensos temporariamente.

– Atila Iamarino explica como vacina da Rússia contra covid-19 ‘não segue boas práticas’

Coronavac, a vacina chinesa, é uma das mais avançadas e ainda não apresentou efeitos colaterais, ao contrário de testes de Johnson & Johnson e AstraZeneca/Oxford

A vacina da Johnson era uma das quatro com permissão para execução de fase 3 no Brasil e foi a segunda a ter problemas em testes. A vacina da AstraZeneca, desenvolvida pela Universidade de Oxford também teve os testes suspensos após uma das 15 mil pessoas vacinadas ter sofrido com uma grave doença, mas não se sabe se ela está relacionada à vacina.

– Professores serão segundo grupo para vacinação contra Covid-19 em SP

Até agora, somente a Coronavac, desenvolvida pela Sinovac, empresa de biotecnologia chinesa, e a Wyeth/Pfizer, não tiveram testes suspensos por efeitos colaterais de suas imunizadoras contra o novo coronavírus. Falando, é claro, das vacinas que poderão ser usadas no Brasil até agora.

– AstraZeneca impôs restrições ao Brasil na vacina da covid, segundo acordo revelado

“Nós temos uma estrutura de distribuição, temos todos os insumos necessários – agulhas, seringas, equipes. Portanto, não haveria um momento e motivo para dizer ‘não temos o que fazer com isso’. Temos, sim. Nós temos recebido contato de outros governadores querendo que a vacina seja distribuída em suas regiões”, explicou Gorinchteyn em entrevista à GloboNews nesta manhã.

Com os casos raros, mas crescentes de reinfecção, a comunidade científica volta a se preocupar: mesmo com uma vacina bastante eficaz (que imunize 60% da população), a alta chance de reinfecção da covid-19 pode fazer com que convivamos com a doença por muito tempo.

Publicidade

Fotos: © Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
O que é a Pedra de Roseta, o mais importante documento arqueológico sobre o Egito Antigo?