Tecnologia

Apple lança ‘detector de pessoas’ que pode ajudar no distanciamento social

16 • 11 • 2020 às 19:12
Atualizada em 05 • 03 • 2021 às 12:13
Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

Já se tornou tradição que dada atualização de sistema da Apple ou novos lançamentos tragam novidades interessantes, assim como melhorias gerais e atrações divertidas, como mais emojis e papeis de parede. Nenhuma dessas novidades, no entanto, jamais foi tão conectada com as necessidades mais atuais e urgentes quanto um recurso de acessibilidade anunciado no novo iOS 14.2 para o novo iPhone 12 Pro chamado Detecção de Pessoas. Importante para o momento da atual pandemia, o novo recurso utiliza a câmera e a tecnologia de Realidade Aumentada para calcular a distância do usuário em relação a outras pessoas.

A novidade, portanto, permite uma manutenção segura do distanciamento social como parte do protocolo de segurança para evitar o contágio da Covid-19. A novidade utiliza o scanner LiDAR, que mede a distância de objetos ao redor, combinado com a tecnologia ARKit, capaz de detectar a forma das pessoas. Assim, o recurso ajuda a manter a distância de cerca de 1,5 metro entre as pessoas como distanciamento seguro.

A Detecção de Pessoas está disponível no aplicativo Lupa,  utilizando o sensor LiDAR em iPhones do modelo 12 Pro, 12 Pro Max, Ipad Pro de 12,9 polegadas ou iPad Pro de 11 polegadas de 2ª geração.

Publicidade

© fotos: Getty Images/divulgação


Canais Especiais Hypeness