Inspiração

Casagrande emociona com depoimento sensível e honesto sobre morte de Maradona

por: Yuri Ferreira

A morte de Maradona caiu como uma bomba não só no mundo do futebol, mas em todo o planeta. O ícone da bola faleceu nessa quarta-feira (25), aos 60 anos, por conta de uma parada cardiorrespiratória. A triste notícia foi comentada por Walter Casagrande, que jogou contra Don Diego em diversas oportunidades e também sofreu com a dependência química de cocaína.

– Maradona morre aos 60 anos: o legado de Don Diego, semi-Deus do futebol

Craques dentro e fora de campo, Maradona e Casagrande se encontram na luta contra a dependência química

Em depoimento emocionado ao ‘Jornal Hoje’, na Globo, o ex-jogador que trava uma batalha contra a cocaína por décadas chorou ao falar de Maradona, que também lutou contra o vício causado pela substância.

– Colocando fim no passado, Casagrande faz relato forte sobre sobriedade na Rússia

“Eu estou bem chocado, mas também pelo Vannucci, está bem difícil”, disse lembrando da morte do jornalista esportivo Fernando Vanucci, falecido na terça-feira (24). “Joguei na mesma época que ele na Itália, com o irmão dele, tive bastante contato. Sempre me tratou muito bem. Sempre tive essa preocupação com o problema da dependência química, que eu também tenho e me tratei”, adicionou Casão.

Maradona abandonou o vício em cocaína em 2007, mas sequelas de overdoses e do uso contínuo da droga afetaram a saúde do craque. Além disso, El Pibe lutou até o fim da vida contra o alcoolismo.

– Casagrande é o grande campeão da Copa do Mundo: ‘Queria ficar sóbrio e consegui’

“Sempre fiquei revoltado com quem estava ao redor dele. Quem está ao redor está vendo que ele está indo para o fundo do poço, destruindo a vida dele. E ninguém faz alguma coisa para evitar isso?”,questionou o comentarista da TV Globo

Por fim, Casagrande lamentou, em lágrimas, a morte de Don Diego Armando Maradona. “Eu fico chocado pela perda de um grande jogador, um cara que conheci e gostava muito e por um dependente químico porque eu sofro muito quando morre um dependente químico. É muito duro”, disse.

Confira o vídeo:

Publicidade

Fotos: Destaques: Reprodução/TV Globo Foto 1: Montagem/Reprodução/TV Globo e © Getty Images


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness. No twitter, @porfavorparem.


X
Próxima notícia Hypeness:
Médico envia cartão de Natal com perdão de dívidas milionárias de 200 pacientes com câncer