Criatividade

Cidade escocesa deixa crianças desenharem decoração de Natal oficial e resultado é maravilhoso

por: Redação Hypeness

Os ventos do Natal já sopram por aí com a proximidade de dezembro. Em meio a um mar de tradições para a data, a cidade de Newburgh, na Escócia, tem uma que extrapola qualquer grau de fofura: todo ano, a comunidade reúne desenhos natalinos feitos pelas crianças que moram ali e usam essas ilustrações na decoração das festas de fim de ano. O resultado não poderia ser mais fofo. 

Decorar a casa para o Natal mais cedo pode trazer mais felicidade, diz estudo

Decoração de Natal de cidade na Escócia é feita com base em desenhos de crianças.

Desde 2002, a cidade é tomada pelas obras de artes dos pequenos pintores, que são transformadas em artigos luminosos que adornam as ruas. Nos anos anteriores, a ornamentação foi possível graças a uma arrecadação de fundos para patrocinar a elaboração das luzes. Em 2020, por conta da pandemia do coronavírus, a organização criou uma campanha online para conseguir o dinheiro necessário.

Descubra o significado destes símbolos natalinos e os lugares onde encontrá-los pelo Brasil

As luzes de Natal são vistas por toda a cidade e por aqueles que passam por aqui para chegar ao seu destino. Elas sempre trouxeram brilho nas noites escuras de inverno ao mesmo tempo em que trouxeram seu brilho particular para a cidade. Com as restrições impostas esse ano, será muito importante aproximar a comunidade e as famílias que vivem aqui em alegria e na celebração do Natal”, diz a descrição da vaquinha

6 vilões de filme que quase conseguiram acabar com o Natal

Os desenhos são reproduzidos em placas coloridas de led. Os pinheirinhos, renas, anjos, pinguins e papais noel estilizados nem precisam se esforçar muito para arrancar um sorriso de quem os encontra pelas ruas. 

 

Publicidade

Fotos: Newburgh Action Group


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Como Katylene eterniza a memória de Daniel Carvalho, morto aos 32 anos