Tecnologia

Como a Nasa consegue contar árvores do espaço?

por: Redação Hypeness

Recentemente, falamos aqui sobre a descoberta de quase dois bilhões de árvores no meio do deserto do Saara. Isso só foi possível graças a uma tecnologia avançada utilizada pela Nasa que consegue identificar cada unidade de vegetação presente em um espaço. A agência espacial norte-americana uniu-se, por meio de sua equipe de cientistas do Goddard Space Flight Center, em Maryland, a uma equipe internacional de pesquisa para mapear árvores diretamente do espaço.

Satélite acha ‘floresta’ no meio do Saara com quase 2 bilhões de árvores

O deserto do Saara tem quase dois bilhões de árvores esparsas.

Estamos falando de um supercomputador da Universidade do estado americano de Illinois chamado de Blue Waters. Ele foi o responsável por mapear o terreno localizado na África Ocidental e contar cada uma das árvores. Na verdade, o equipamento fez mais do que isso: ele permitiu que os pesquisadores conseguissem visualizar cada uma delas e avaliar o potencial de armazenamento de carbono que elas têm.

A busca em uma região tão árida aconteceu justamente para tentar entender melhor regiões que observadas por um satélite “normal” são identificadas como um imenso branco. 

Tecnologia utiliza microalgas para absorver gás carbônico e reduzir emissões

O professor universitário Martin Brandt, da Universidade de Copenhague, fez ele mesmo a marcação de 90 mil dessas árvores para ensinar o computador a reconhecê-las. Graças a essa didática “manual”, o supercomputador conseguiu perceber nuances como diferença de formas e sombras entre uma e outra parte da vegetação esparsa. 

A contagem das árvores feita pelo supercomputador da Nasa.

China surpreende com florestas capazes de absorver mais poluentes que o esperado

Dessa forma, a inteligência artificial foi treinada para fazer sozinha o resto do trabalho. O resultado foi o mapeamento de 1,8 bilhões de árvores em uma área de 1,3 quilômetros quadrados. A tecnologia avançada também permitiu entender sobre a cobertura e a densidade de cada uma das árvores. Isso vai ajudar a entender sobre o armazenamento de carbono que cada uma é capaz de fazer. 

Mapear as árvores de forma exata e rápida também vai ajudar os pesquisadores a entenderem melhor sobre onde e como reflorestar. 

Publicidade

Fotos: Nasa


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Enem digital, com 1ª edição em meio à pandemia, pode virar tendência, diz Inep