Debate

Filha de Belo é presa suspeita de participar de quadrilha de golpes e cantor pede respeito

por: Redação Hypeness

A filha do cantor Belo, Isadora Alkmin Vieira, foi presa na quarta-feira (11) por integrar uma quadrilha de golpes eletrônicos. A jovem de 21 anos era estudante de odontologia e acabou detida com outras 10 mulheres que também participavam do esquema. O grupo, diz a investigação, tirava valores entre 600 mil e 1 milhão de reais por mês fazendo operações com dados bancários roubados.

– Como funciona o golpe do vômito, que preocupa Uber nos EUA

Filha de Belo participava de organização criminosa de crimes financeiros, aponta investigação da polícia do RJ

Belo pede respeito 

Belo passou mais de 8 anos na cadeia. Preso em 2002 e libertado em 2010, o cantor, casado com Gracyanne Barbosa, teve envolvimento com o tráfico. Hoje, longe da vida do crime, ele afirmou que não tinha conhecimento das atividades ilegais da filha e pediu por respeito à família e a ele.

– Golpes, furtos e ‘Zona de Atenção’: Carnaval de SP cresce e exige mais cuidado de foliões

“Eu não sabia de absolutamente nada, falei com ela semana passada por telefone e ainda perguntei de tudo, da faculdade e tal. Dei sempre todo suporte como pai, pensão, faculdade, educação e amor. Me sinto muito triste e quero ser respeitado nesse momento”, afirmou o cantor em comunicado enviado ao UOL.

Segundo apuração, Isabela Alkmin fazia parte de um grupo de mulheres que induziam as vítimas de golpe a passarem os seus dados bancários. As informações eram repassadas a motoboys que faziam parte da quadrilha e esses extorquiam as vítimas.

– Cuidado! Como se defender da nova onda de golpes contra assinantes Netflix

Agora, a filha de Belo vai responder por formação de quadrilha e organziação criminosa junto das outras 10 membras da quadrilha. A operação foi deflagrada por Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), que encontrou a central de operações da quadrilha na Barra de Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro. As investigações apontam que a organização tinha relações com um grande facção do crime organizado da capital fluminense.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Campanha pede debate da Globo online após Boulos testar positivo para covid-19