Ciência

Harvard anuncia 100% de eficácia em vacina contra câncer agressivo

por: Redação Hypeness

Pesquisadores da Universidade de Harvard tiveram resultados surpreendentes com uma vacina para o câncer de mama triplo negativo, forma mais agressiva doença. Em uma tecnologia que está sendo desenvolvida desde 2009, cientistas conseguiram combinar quimioterapia com imunização em um tratamento que rendeu 100% de eficácia em ratos de laboratório.

– Movimentos antivacina contribuem para surto de sarampo e preocupam especialistas

Cerca de 15% das ocorrências de câncer de mama podem ser resolvidas com tratamento desenvolvido por Harvard

Tratamento e imunização 

A vacina, basicamente, localiza o câncer e injeta microdoses diretas de substâncias utilizadas na quimioterapia eliminando a doença para, depois, ativar células imunes que vão impedir o crescimento de novas células da doença na região.

– Vacina contra HIV passará por novos testes em humanos

“O câncer de mama triplo negativo não estimula fortes respostas do sistema imunológico e as imunoterapias existentes têm falhado nesses tratamentos. No nosso sistema, a imunoterapia atrai várias células imunes para o tumor enquanto a quimioterapia produz um grande número de fragmentos de células cancerígenas mortas que as células imunes podem captar e usar para gerar uma resposta específica e eficaz para o tumor”, disse Hua Wang, pesquisador de Harvard e professor da Universidade de Illinois ao Science Daily.

O sistema funciona como tratamento e como imunização e forma simultânea. “Eles puseram o câncer (células cancerígenas) embaixo da pele de ratos e injetaram ao redor e dentro do tumor um gel especial que tinha uma proteína que produzia poros nas células cancerosas e liberava uma droga quimioterápica, doxorrubicina, que estava dentro do gel. Também tinha outra substância estimuladora do sistema imune”,  explicou Antonio Buzaid, diretor médico geral do Centro Oncológico da BP, ao Estadão Conteúdo.

– Criada por brasileiros, vacina é esperança para dependentes de cocaína

A partir de agora, as pesquisas irão aumentar para conseguir avaliar os impactos desse tratamento em seres humanos. Caso as pesquisas avancem, cerca de 15% das vítimas do câncer de mama poderão ser curadas e imunizadas, uma conquista incrível para a humanidade.

Publicidade

Fotos: © Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Arqueólogos descobrem sistema avançado de filtragem de água em antiga cidade maia