Ciência

Inédito, mapa global pode salvar vida de abelhas. E de humanos também

Redação Hypeness - 24/11/2020 | Atualizada em - 26/11/2020

Pesquisadores de Cingapura e da China conseguiram desenvolver um mapa para localizar onde estão e em que percentual estão cerca de 20 mil espécies de abelhas no mundo. O estudo, publicado na revista científica “Current Biology”,  vai ajudar a proteger e entender melhor sobre o inseto, cuja existência é fundamental para a preservação da humanidade. 

Abelhas adoram cannabis e este caso de amor pode ajudar a salvar a espécie; entenda

Abelhas são importantes polinizadoras no meio ambiente.

As abelhas são as principais polinizadoras que existem no meio ambiente. Muitos alimentos que fazem parte do nosso dia a dia são produzidos graças ao trabalho que elas exercem na natureza, interferindo no processo de plantação. Porém, a existência de diversas espécies do animal tem sido ameaçada por pesticidas e pela intervenção desequilibrada do homem no meio ambiente.

A questão é que até agora pouco se sabia sobre a variedade de espécies que existem no mundo. Os dados da pesquisa vão colaborar para que esse mapeamento seja cada vez mais preciso e oriente cientistas, pesquisadores, agrônomos e sociedade civil a compreenderem melhor sobre o mundo das abelhas. 

8 coisas que você pode fazer para ajudar as abelhas a sobreviver

Combinamos milhões de registros para criarmos os primeiros mapas da riqueza global das abelhas e entendermos por que vemos esses padrões. Esses mapas — junto com o nosso quadro de referência podem formar a base para trabalhos futuros, permitindo-nos compreender melhor os padrões de riqueza das abelhas e garantir que sejam conservadas de maneira efetiva no futuro”, explica Alice Hughes, da Academia Chinesa de Ciências em Yunnan, em entrevista à “BBC”. 

Por que a extinção das abelhas pode acabar com a humanidade?

O mapa elaborado pelas cientistas compilou dados sobre o aparecimento de abelhas em todos os continentes, com exceção da Antártida. As estatísticas ajudaram a entender o comportamento dos animais a nível global. 

Diferente do que acontece com mamíferos ou aves, a presença de abelhas acontece também em regiões áridas e temperadas, não só em ambientes tropicais. Elas são mais frequentes em lugares secos do que em florestas, por exemplo.

Mapeamento científico vai ajudar a identificar onde as abelhas estão em suas mais variadas espécies.

Publicidade

Fotos: Unsplash


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.