Debate

Papa João Paulo II promoveu arcebispo condenado por abusar sexualmente de adultos

por: Redação Hypeness

Informações vazadas do Vaticano mostraram que o Papa João Paulo II promoveu o arcebispo Theodore McCarrick mesmo após denúncias de assédio sexual contra menores de idade e adultos, em 2001. Nos anos 1980, informações foram enviadas ao pontífice da Igreja Católica, que considerou as alegações infundadas e manteve o norte-americano dentro do corpo da religião.

McCarrick foi condenado por estupro em 2018, renunciou ao seu posto de cardeal (dado a ele em 2001, por João Paulo II) e acabou excomungado da fé católica. Agora, um relatório emitido pela própria Igreja mostra que João Paulo segundo foi notificado do fato e ainda assim decidiu promovê-lo dentro da hierarquia do Vaticano.

– Nome forte do Vaticano, ex-conselheiro do Papa Francisco é condenado por estupro

Theodore McCarrick foi condenado por assédio sexual de diversos menores de idade e adulto durante seu período como Bispo de Newark e Metuchen

Abuso sexual contra maiores de idade 

Em 2005, quando as polêmicas sobre assédio sexual na Igreja começaram a minar a gestão de Bento XVI, o então pontífice pediu para McCarrick se desligar da Igreja, porque “acusações de assédio e abuso, dessa vez contra maiores de idade, começaram a eclodir novamente”McCarrick se manteve no cargo mesmo com a pressão de Bento, que se mostrou bastante conservador na hora de denunciar e apontar os erros da Igreja Católica quanto ao assédio sexual.

– Papa Francisco e as importantes mudanças de rumo da Igreja Católica em 2019

O conteúdo das denúncias mostra que, entre 1981 e 1986, como bispo de Metuchen e entre 1986 e 2000 como bispo de Newark, região de Nova York, McCarrick utilizou seu poder dentro da Igreja Católica para abusar sexualmente de jovens adultos do sexo masculino em sua casa.

Papa João Paulo II ao lado de Theodore McCarrick

Francisco também foi notificado, mas não tomou atitudes porque confiou no julgamento de seu predecessor.  “Até 2017, ninguém havia dado ao Papa Francisco as informações ou documentos que mostrassem o mérito das alegações contra o Cardeal McCarrick. Papa Francisco apenas havia ouvido rumores de que haveriam denúncias sobre conduta imoral com adultos antes de Theodore ser promovido à Arcebispo de Washington”, afirma o documento.

– ‘Dois Papas’: Fernando Meirelles mostra como enganou todo mundo com efeitos especiais

Esse é mais um caso que se soma às diversas alegações de estupro, assédio sexual e pedofilia na conta da Igreja Católica, que tem em Papa Francisco seu pontífice. A intenção do papado mais liberal da história é condenar e reprimir esses atos, mas alas conservadoras da Igreja e membros ligados a essas condutas emperram o trabalho da Igreja.

Publicidade

Fotos: © Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Homem é demitido por foto com corpo de Maradona; craque teria morrido dormindo, diz jornal