Ciência

Processo de envelhecimento foi revertido em ação inédita com grupo de idosos, dizem cientistas

por: Redação Hypeness

Diversos produtos prometem a tão sonhada jovialidade da pele quando passamos dos 40 anos, mas só agora a ciência deu um grande passo no sentido de reverter com sucesso o envelhecimento humano em 25 anos. É o que afirmam cientistas que fizeram testes em 35 pacientes voluntários saudáveis de 64 anos, que se disponibilizaram a ficar em uma câmara de oxigênio hiperbárica, inalando oxigênio puro em uma pressão maior que a da nossa atmosfera, por cinco sessões de 90 minutos, toda semana, durante três meses.

No experimento, alguns telômeros das células foram estendidos em até 20% do tamanho que tinham antes, ficando como eram 25 anos atrás, com base na Sciense Alert e publicação na revista Aging. De acordo com Shair Efrati, líder do estudo e médico da faculdade de medicina da Universidade de Tel Aviv, em Israel, a sua inspiração veio de um experimento da NASA para conduzir o seu próprio.

– Madonna incomoda com topless e mostra que machismo não permite envelhecimento feminino

Processo de envelhecimento foi revertido em ação inédita com grupo de idosos, dizem cientistas

“Depois do experimento feito pela NASA, quando um de dois irmãos gêmeos foi enviado ao espaço e o outro ficou na Terra, demonstrou-se uma diferença significativa no comprimento do telômero, e percebemos que as mudanças fora do meio ambiente podem afetar as alterações do núcleo celular, que acontecem ao longo do envelhecimento”, disse Efrati em comunicado a imprensa.

– Idosa dá o exemplo, respeita quarentena e costura 1 mil máscaras para doação

As células senescentes, aquelas que deixam de se dividir e ficam se acumulando no organismo, foram reduzidas em 37%, dando espaço para que células novas e saudáveis se multipliquem. Em estudos anteriores feitos com animais, cientistas descobriram que a vida poderia se estender em mais de um terço.

Efrati destaca que os experimentos com telômeros não são inéditos. O cientista conta que muitas intervenções farmacológicas e ambientais vêm sendo exploradas com a finalidade de encontrar respostas para o alongamento dessas extremidades. “A melhoria significativa do comprimento do telômero, durante e depois desses protocolos únicos, trazem à comunidade científica com uma nova base de entendimento de que o envelhecimento pode ser encontrado e revertido em nível básico de biologia celular”, explica.

– Velhas grávidas: Anna Radchenko combate etarismo com ensaio fotográfico ‘Avós’

Segundo Efrati, apesar do sucesso da pesquisa, a descoberta ainda não é motivo para empolgação, pois serão precisos mais estudos com a câmara de oxigênio hiperbárica. Enquanto isso, por mais que o processo de envelhecimento seja natural, é bom saber que existem alguns outros fatores que podem acabar acelerando o encurtamento dos telômeros, como a falta de boas noites de sono e a ingestão de alimentos processados em excesso, por exemplo. Melhorar essas rotinas pode provocar o efeito contrário, de desaceleração.

Publicidade

Foto: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Vacina contra covid-19 começa dia 20, dizem prefeitos; estes são os documentos necessários para se imunizar