Debate

Xuxa entra na Justiça para cassar título de jornalista que a acusou, sem provas, de pedofilia

por: Redação Hypeness

A rainha dos baixinhos, Xuxa Meneghel, entrou na Justiça contra o jornalista e apresentador do ‘Alerta Nacional’, Sikêra Jr, por ser chamada por ele, sem provas, de pedófila nas redes sociais. Para completar, o apresentador sugeriu, também sem qualquer compromisso com a verdade, que Xuxa faz apologia às drogas.

Xuxa resolveu agir e entrou com pedido de cassação do título de jornalista, além da demissão de Sikêra da RedeTV! e uma indenização de R$ 500 mil, que de acordo com ela, será doada para institutos de caridade voltados para o trabalho com crianças e adolescentes em situação de risco.

– Xuxa se envolve em barraco durante debate sobre veganismo na Internet

Xuxa entra na Justiça para cassar título de jornalista que a acusou, sem provas, de pedofilia

 

Segundo apuração do UOL, os advogados de Xuxa fizeram um longo relato para sustentar a tese de que Sikêra Jr. comete crimes diariamente ao vivo em seu programa na RedeTV!, citando programas em que o apresentador faz comentários homofóbicos, transfóbicos e preconceituosos a cidadãos comuns. Além de incitar a zoofilia, fazer acusações sem provas e comemorar as mortes de pessoas.

– Adepta do veganismo, Xuxa critica peru de Natal e gera debate nas redes

Caso de estupro ao vivo 

Tudo começou quando a apresentadora se revoltou ao tomar conhecimento de um vídeo em que o apresentador exibiu, ao vivo em seu programa, um caso de estupro de uma égua.

De acordo com ela, ao invés de o jornalista alertar para o crime de zoofilia, fez graça com a situação e ainda convocou dois membros de seu programa para simularem a cena ao vivo para todo o Brasil. O processo, contudo, foi aberto porque Xuxa foi desqualificada por Sikêra Jr. em algumas ocasiões.

– Xuxa divulga vídeo mostrando maus-tratos contra porcos em granja; veja

Sikêra fez acusações contra Xuxa sem provas

Acusações sem provas contra Xuxa 

Quando a rainha dos baixinhos se manifestou nas redes sociais sobre o assunto, Sikêra iniciou os ataques, chamando-a de pedófila – usando como argumento a atuação da apresentadora no filme ‘Amor Estranho Amor’, lanado em 1982.

– Xuxa revela que sexo melhorou com adoção de dieta vegana e vitalidade ‘dobrou’

E, também, acusando-a de fazer apologia às drogas, por uma vez ela ter dito em entrevista que sua mãe, dona Alda Meneghel (1937-2018), fazia uso de maconha medicinal para amenizar sintomas de sua doença degenerativa. Lembrando que o uso medicinal da erva no Brasil é autorizado pela Anvisa

Sikêra afirma ainda que Xuxa incentiva as crianças à “safadeza, putaria e suruba” por ter lançado recentemente o livro ‘Maya, o Bebê Arco-Íris’, que conta a história de uma garotinha que tem duas mães. Ao contrário do que foi sugerido pelo apresentador, a publicação exalta a diversidade e luta contra a homofobia no país que mais matas LGBTQI+ no mundo

– Xuxa reúne famosos em resposta a Sikêra Jr: ‘sexo com animais e crianças é estupro’

“Cuidado com teu filho, cuidado com tua filha. A mesma que fez um filme nua com uma criança de 12 anos. Ex-rainha, eu quero dizer para você que pedofilia é crime e não prescreve”, disse o apresentador em 23 de outubro.

Diferente da fala homofóbica de Sikêra, Xuxa lançou livro em prol da diversidade

De acordo com a ação, protocolada na Vara Cível do Foro Regional de Santo Amaro, em São Paulo, em 27 de outubro, a apresentadora da Record pediu tutela de urgência ao caso, pois alega que o rival oferece riscos à sociedade, alegando que “o conteúdo exibido e prolatado pelo requerido é calunioso e está causando danos à sua imagem, com repercussão negativa nas redes sociais, inclusive prejudicando seus negócios, que são relacionados à sua imagem, atingindo sua honra e dignidade”.

Xuxa afirma que os comentários do funcionário da RedeTV! “não se tratam de liberdade de expressão, mas de abuso de direito”. “O fato de ele ser um jornalista popular dá repercussão à ofensa e gera na sociedade um clima de permissividade com relação a ataques misóginos, no sentido de favorecer a normalização disso”.

Publicidade

Fotos: foto 1: Reprodução/Instagram/foto 2: Reprodução/Instagram/foto 3: Reprodução/RedeTV!


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Léo Lins é comparado a Hitler por advogado de Federação Israelita que pede sua prisão