Fotografia

A vida selvagem nas incríveis fotos vencedoras do concurso anual Wildlife Photographer of the Year

Vitor Paiva - 08/12/2020 | Atualizada em - 05/03/2021

Se a natureza é o verdadeiro grande espetáculo da Terra, nada mais justo do que mirarmos as lentes de nossas câmeras na direção dessa vida selvagem para os devidos – e mais incríveis – registros. São essas fotografias o centro da celebração que o concurso Wildlife Photographer of the Year promove pelo 56º ano – selecionando a partir de mais de 49 mil imagens de todo o planeta as mais incríveis fotos da natureza e premiando as melhores em uma cerimônia que foi transmitida por uma live diretamente do Museu de História Natural de Londres, no último dia 13 de outubro.

A partir das milhares de fotos inicias enviadas ao concurso, um júri especializado selecionou um grupo de 100 imagens para concorrerem à etapa final do concurso – e foi Kate Middleton, duquesa de Cambridge e patrona do museu, quem anunciou o grande vencedor: o fotógrafo russo Sergey Gorshkov, com a tocante foto “O abraço”, mostrando uma tigresa-siberiana abraçando uma árvore ancestral em uma densa floresta no Parque Nacional dos Leopardos, no extremo leste da Rússia. O gesto do animal, provavelmente esfregando-se na casca da árvore para marcar território com seu cheiro, parece ganhar sentido simbólico, em um momento de destruição extrema da natureza por todo o planeta.

Fotografia Selvagem do Ano

“O Abraço”, de Sergey Gorshkov, da Rússia

Para além da beleza da imagem – segundo Roz Kidman-Cox, chefe do jurados do prêmio, a foto mais parece uma pintura a óleo – trata-se de um registro tristemente raro: os tigres russos foram caçados de tal forma que hoje se aproximam da extinção, com apenas algumas centenas de animais ainda vivos dessa espécie. Para conseguir a fotografia vencedora, Sergey manteve uma armadilha fotográfica no local por 10 meses. Além da foto vencedora de todo o concurso, outras imagens foram vencedoras em categorias específicas – celebrando a natureza em todo seu esplendor.

Categoria Fotógrafos Juniores (de 15 a 17 anos)

“A Raposa que Capturou o Ganso”, de Liina Heikkinen, da Finlândia

Categoria Retrato Animal

“A Pose”, de Mogens Trolle, da Dinamarca

Categoria Subaquática

“O Momento de Ouro”, de Songda Cai, da China

Categoria Comportamento: Mamíferos

“Quando a Mãe Fala para Correr”, de Shanyuan Li, da China

Categoria Ambientes da Terra

“Rio de Fogo do Etna”, de Luciano Gaudenzio, da Itália

Categoria Comportamento: Invertebrados

“Um Conto de Duas Vespas”, de Frank Deschandol, da França

Categoria Comportamento: Anfíbios e Répteis

“Vida em Equilíbrio”, de Jaime Culebras, da Espanha

Publicidade

© fotos: créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.